Definição menina

definição de Menina_e_Moça e sinónimos de Menina_e_Moça (português), antónimos, rede semántica e tradutores para 37 línguas. Definition of menina in the Definitions.net dictionary. Meaning of menina. What does menina mean? Information and translations of menina in the most comprehensive dictionary definitions resource on the web. Portuguese: ·girl (female child) Doutor, é menino ou menina? Doctor, is it a boy or a girl?· young lady, miss (a title of respect for an unmarried young woman) Pode sentar-se aqui, menina. You may sit here, miss.· (derogatory) an effeminate boy (Portugal, euphemistic, usually in the plural) prostitute Ele tornou-se frequentador assíduo de casas de ... Definição ou significado de menina no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa. Como referenciar: menina in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-19 14:39:18]. Mid 17th century; earliest use found in James Howell (?1594–1666), historian and political writer. From Spanish menina lady-in-waiting and its etymon Portuguese menina girl, lass, further etymology uncertain and disputed. menine - Définitions Français : Retrouvez la définition de menine... - Dictionnaire, définitions, section_expression, conjugaison, synonymes, homonymes ... expressão Menina do olho. Pupila dos olhos e, no sentido figurado, coisa ou pessoa muito estimada: ela sempre foi a menina dos olhos da professora. Etimologia (origem da palavra menina). Feminino de menino. Sinônimos de Menina. Menina é sinônimo de: moça, moçoila, rapariga, garota, adolescente, jovem. Definição de Menina Definição ou significado de menina no Dicionário Infopédia de Língua Gestual Portuguesa Consulte o significado / definição de menina no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, o dicionário online de português contemporâneo. menina - traduzir para o inglês com o Dicionário Português-Inglês - Dicionário Cambridge

Fui "traida" 2 vezes pela mesma pessoa

2020.08.02 21:55 giov_luzz Fui "traida" 2 vezes pela mesma pessoa

Oi Luba <3 Oi editores e quem está lendo isto! Eu gostaria que falassem uma definição para essa história.
Bom, tudo começou no final de 2018. Eu estuda em um colégio mas no proximo ano eu iria me mudar de escola. Eu não gostava muito da escola porém era o que tinha. No final de 2018 eu comecei a conversar com um menino, vamos dar o nome dele de Renato. Renato era um garoto não tao social, era meio triste mas era bem engraçado. A gente tinha bastante coisas em comum e com o tempo a gente foi se conhecendo mais e saindo tambem. Ele tinha um grupo de amigos (que até hoje eu não curto eles) porém, um dos melhores amigos de Renato gostava muito dele e como eu era uma amiga nova do Renato, o amigo dele (Vamos dar o nome de Lucio) ele me odiava por isso, ou era o que aparentava. O tempo ia passando, eu ia gostando mais do Renato e Lucio sempre dava um jeito de atrapalhar, e isso era bem chato e infantil. No final de 2018, eu tinha uma amiga que se chamava Elisa e ela era bem amiga do Lucio. No reveillon, O grupinho do Renato sairam pra beber e afins, e Elisa me chamou para ir junto. Eu fui, mas fiquei conversando com o Renato (Ele era bem timido, não tinha nenhuma iniciativa pra nada) Entao eu tive que voltar pra casa de uma amiga enquanto Elisa estava lá com eles. Beleza, eles beberam tudo. Ficaram muito loucos. Um tempo depois eu soube que Renato e Elisa tinham se beijado, eu bloqueei os dois mas depois de um tempo eu desbloquiei, eu estava muito triste e o Renato dizia ter se arrependido e tals. E a Elisa me pediu desculpas mas eu nem liguei muito.
Em 2019 basicamente eu perdi o contato com o Renato, mas eu ainda tinha algo por ele.
No final de 2019, mais ou menos em outubro/setembro por ai, eu chamei o Renato de novo. A gente ficava conversando sobre séries e até saimos de volta, ele tinha mudado de colegio e eu tambem. Estava tudo bem, o sentimento que eu tinha por ele voltou e a gente ficou "deboa". Mas nessa vez, ele havia uma amiga nova. Eu não conhecia ela, por que aliás era de outro colégio. Essa menina se chamava Maryna. (nOmE fIcTicio ObViO) Ela dava em cima de todo mundo, eu nunca liguei pra isso. Por que alias, eu nem a conhecia...
Até um dia Maryna, começar a postar muita coisa com o Renato, como se fossem um casal e pipipipopopo. Eu fiquei muito pistola e começei a xingar ela pra uma NAJA. A dondoca foi lá e falou tudo pra Maryna, ficamos de rivalidade por um tempo. Ela tinha me dado block em quase tudo e tals. Nao julgo faria o mesmo E no reveillon, DENOVO O RENATO FICOU COM A MARYNA. Eu vi eles no reveillon, aquilo me doeu. Eu nunca mais falei com o Renato, e a ultima vez que falei ele foi super seco e estupido. Ps: Eu não tenho nada mais contra com a Maryna, eu até gosto dela. Achei minha atitude de brigar por aquele babaca ridiculo.
O que acham? k
submitted by giov_luzz to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.25 22:55 GreenDayTodayEver Talvez um pedaço da minha história ajude alguém

Galera, há um tempo eu queria escrever uma série de conselhos que desenvolvi durante a vida, em episódios que vivi. Hoje com quase 40, bem casado, posso talvez dar algumas dicas. Me machuquei muito na vida, mas a vida começou mudar quando entendi certas coisas e principalmente quando comecei a me importar mais com as pessoas sem querer nada em troca.
1 - Ache a sua turma e entenda: vc pertence a ela
Quando eu era criança, sofria bullying na escola, todos meus amigos me chamavam de gordinho, eu não ligava e mostrava o dedo do meio para eles. Era ruim de futebol, mas mesmo assim me enturmava com outra galerinha que gostava de mim, que tinha gostos parecidos e foda-se o resto. Sim. Isso machucava porque as pessoas que eu pensava que eram bacanas, não eram.
2 - As expectativas podem te machucar muito
Sempre fui feio. Para falar a verdade, horrível. Até hoje me olho no espelho e falo: cara como tu é feio pra kct e pergunto para a minha mulher: como vc foi gostar de mim assim? Ela ri e me acha o cara mais lindo do mundo, e isso que me importa. E ela é a mais linda para mim e acabou.
Mas curiosamente eu levei diversos foras quando adolescente. Lembro até hoje quando me apaixonei por uma garota e ela me disse exatamente assim: Cara vc é feio pra caramba, vc só sabe tocar guitarra (eu tinha uns 17) vc acha que será alguém na vida? Eu fiquei sem dizer nada, enfiei a viola no saco, como diz o ditado popular e fui embora para casa chorando que nem um bobo com uma roupa nova da bad boy que tinha acabado de comprar com minha mesada e meses que guardei grana para um Rebook Pump só para ficar bonitão e me declarar para ela. (Edit com esse detalhe)
3 - Cuidado com as pessoas que te humilham por vc ser pobre (ser pobre não é para sempre)
Na cidade pequena onde nasci, eu frequentava uma igreja medíocre que existe até hoje, que tinha pessoas "ricas" da cidade. Até hoje, continua a mesma bosta. Não sabem o que é amor ao próximo e continuam "seletivos". Pessoas daquela "casta" sempre humilharam os mais pobres e classe média. Isso incluiu minha família e eu. Não era pobre necessitado na época, mas minha família era de classe média. Meus colegas viviam dizendo que iam para a Disney etc e contavam e contavam como era lá e me traziam um lápis com uma borracha só, mas eu ficava com vontade... Eu não podia ir, meus pais não tinham como pagar, era tempo de vacas magras e, como se não bastasse, tinham falido.
Todos sem exceção tiravam sarro e me humilhavam de graça. Tinha 1 ou 2 amigos de verdade naquela época dentro daquela MERDA DE IGREJA. Hoje eu sei a REAL definição de igreja. Depois no final vcs entenderão.
4 - Não seja o bobo que compartilha conhecimento de graça
Descobri uma grande vantagem no ensino médio: por conta dos meus problemas eu era vagabundo para estudar mas inteligente. Então, percebia que as menininhas bonitinhas e os carinhas populares queriam material de aula para "copiar" minhas notas de aula, exercícios, tiravam dúvidas. Eu não perdoava, mandava a merda e não compartilhava, porque como adolescente, eu via meu pai falar de sucesso, de coisas que vc deve ou não compartilhar e que as pessoas vem sorrindo para geralmente pedir. Me tornei um cara amargo mas ainda inexperiente na vida e as vezes até imbecil no trato com as pessoas. Só não queria me machucar mais.
5 - Seja o melhor. Sempre há tempo. Mas não humilhe ninguém.
Quando entrei na faculdade decidi que a vagabundagem iria me deixar. Conquistei 5 amigos que eram fodas. A gente era a elite da turma no sentido do conhecimento. Não perdoávamos as outras panelas. Nós éramos os Ramones da computação hahahaha. A gente era foda. Só tirávamos notas fodas. Eu tinha amigos DE VERDADE, perdi dois por câncer já. Uma pena, mas, a gente mostrava que estava ali para estudar. Eu era feio, mas as meninas me amavam porque eu era foda. Eu era inteligente, só tirava 8, 9 e 10. Não me formei com nenhum 5, não tive uma DP e fiquei em exame só uma vez numa baita universidade. Mas minha tristeza com as decepções do passado da adolescência me fizeram ficar esperto com as mulheres.
Tratava todos bem. Ajudava a galera e quanto mais ajudava, eu não sei exatamente o que acontecia mas as coisas davam certo para mim. Ajudava todos.TODOS sem exceção e me tornei menos amargo e mais altruísta. Meu apelido entre os maldosos era o bom samaritano, porque os caras falavam: lá vem o crente que não vai em baladas e é mala. Mas não ficava falando de evangelho nada disso. mas minha vida era levada a sério. Só. Eles percebiam que eu estava ali para tentar mudar de vida e não para perder tempo.
6 - Não tenha vergonha de quem vc é
Eu tinha arrumado um estágio no segundo ano da faculdade já. Mas eu teria que ir de carro ... falei para meu pai: e agora pai? fodeu? Eu era quebrado... ele comprou um corcel 2 para mim, velho. Todo ferrado. Demos uma reformada no bicho mais ou menos porque meu pai não tinha dinheiro para comprar um carro melhor. Eu chegava para estudar no inverno de corcelzão vermelho hahahahaha com insulfilme g5 (única coisa que eu tive grana para colocar para não pegar sol na cara) e um rádio pionerr que um amigo da faculdade me deu... e parava ao lado do carro do meu melhor amigo que tinha uma caminhonete da Dodge vermelha que dava para comprar uns 20 carros iguais o meu. E esse cara, grande amigo meu, foi um anjo que Deus colocou na minha vida. Ele falava assim: cara, vc é demais cara, vc é o irmão que não tive, cara vc é foda, vem de corcel todo dia, pega pista, porra cara vc é corajoso (tudo era necessidade) e ele era bom de coração demais para mim.
A gente fazia nossos churras, eu me lembro uma vez que cheguei em um dia de inverno tom o vidro aberto, ouvindo Ramones dentro do corcel ahahahahah e a galera ficava hahahahaha tipo: porra quem é esse cara idiota, nossa que besta, de corcel aqui na faculdade? Credo... essa faculdade tá perdendo o nível.
7 - As oportunidades certas na hora certa
No segundo ano da faculdade, conheci minha esposa! claro tínhamos só 20 anos hahahaha. Minhas notas melhoraram ela me jogou para cima. Foi a melhor coisa que me aconteceu. Conheci ela e começamos a namorar. A minha vida ficou boa e eu estava assim meio ansioso, mas, deixei a vida rolar. Resumo? hoje estamos há 18 anos juntos :-) hahahahahah lembro até hoje quando ela pegou na minha mão dentro do corcel e falou: vc é tão gatinho e inteligente hahahahah (gente eu sou mais feio que o corcel hahahaha), mas, foi assim demais e lembro de cada detalhe.
Conselho: não tenha medo, as coisas acontecem na hora certa. Acredite.
8 - Sendo correto, tudo dá certo
Eu e meus amigos não colamos durante a graduação inteira. Nunca.
Foi tudo uma beleza, todos nós nos formamos! Todos nós demos certo na vida. Todos nós queríamos o bem das pessoas, todos nós estamos casados com as namoradas que conhecemos na época de faculdade e todos nós tivemos ou temos empresa, todos nós JÁ PASSAMOS POR MUITO SUFOCO (nem tudo foi fácil). Um dos meus amigos foi assaltado, tomou um tiro e está vivo. É... galera... vários sufocos.
Com exceção de 2 que tiveram câncer que infelizmente fazem falta pra caramba para nós. O resto está bem, a gente se apoia a gente se importa e a gente sempre faz o bem a quem puder.
9 - Não ligue o foda-se em situação nenhuma - importe-se
Eu mudei bastante minha personalidade por conta dos traumas de infância e passei a querer o bem de todo mundo sem nada em troca e sem medo de me machucar. Porque entendi: pessoas que vem para nos causar mal, estão causando mal a si mesmas. Eu vi muito cara da cidade onde nasci passar necessidades e era o popular da escola, o bonzão. Uma pena. A vida muda, a vida escolhe quem presentear.
Passamos perrengues juntos. Perdemos pessoas queridas, mas éramos fodas juntos. Um ajudava o outro, estávamos ali. Ninguém abandonava ninguém. Até hoje, somos confidentes. Uns estão melhor que outros financeiramente (mas nós mesmos sabemos que isso não importa porque ninguém mudou), mas somos todos iguais e nos ajudamos sempre. Já teve um amigo nosso que perdeu emprego agora na quarentena e estamos sustentando ele e a família. É isso que somos. Unidos, uma família de verdade.
10 - Seja você e tenha seus amigos como Porto Seguro
Seja você. Se vc quer usar jaqueta do Ramones ao invés de dobrar a manga da camiseta porque está na moda para os homens, use a jaqueta. Esqueça a moda se não se importa. Seja você. As pessoas gostarão de vc pela sua autenticidade, pela seu jeito de viver. Por vc ser você! Aproxime-se de quem gosta de vc. Essas pessoas serão um porto seguro. Porque vc será autentico confiável e principalmente AMIGO. não quele coleguinha sem conversas profundas, sem conselhos e sem se importar. Nossa eu tenho tantos coleguinhas galera... é um porre... o cara dá bom dia reclama da vida, quando acontece uma coisa boa na vida dele ele não te conta. hahahahaha. Coleguinhas que querem só encher seu saco e acham que vc é uma cesta de lixo. Coisa boa não conta, mas desgraça é todo dia. É um porre.
Ame quem te ama! Procure amar as pessoas também e desenvolver laços de amizades verdadeiros. Isso demora anos, mas vale a pena.
Continuo sendo cristão, mas não naquela igreja seletiva e podre. Numa igreja que realmente faz a diferença. Todos eles Continuam com suas religiões, mas isso não importa porque nos respeitamos e somos muito amigos. Porque a amizade é verdadeira e nos importamos e convivemos bem com nossas diferenças.
Finalmente...
Enfim galera, espero que essa experiência tenha motivado vc a ser uma pessoa humana, que tenha um grupo de amigos e que se importe. Que vc não se sinta menor por conta das suas dificuldades, ou se "está pobre" vc não é pobre, vc está pobre, mas isso não é para sempre. Tenha o grupo CERTO de amigos e pessoas que gostam de vc e vc não precisará buscar "aceitação" de ninguém. Existe muita gente boa no mundo galera! Minha vida até os 18 foi uma bosta. Mas, da faculdade em diante graças a Deus muita coisa mudou! Mas eu mudei também, larguei a tristeza e parti em direção ao: fazer, ser, se importar, fazer o bem e não ligar para quem nos faz mal e pronto!
Espero ter ajudado.
submitted by GreenDayTodayEver to desabafos [link] [comments]


2020.02.02 17:01 ankallima_ellen As Aventuras de Gabi nas Terras do Estrogênio – Sexagésima Quinta Semana – Visibilidade Trans

Como estou um pouco atrasada com as páginas do meu diário e não posso deixar o final de semana após o dia da visibilidade trans passar em branco. Deixo-lhe um relato adicional!
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
E se eu lhe falasse que o oceano é da cor de vinho escuro? Diria-me louca? Muito provavelmente. Ora, todos sabemos que o mar é azul e não roxo. E se, agora, dissesse-lhe que tal desvairada descrição é a que prevalece na Odisseia? Obra clássica do poeta mais aclamado da antiguidade. Só poderia estar de brincadeira. Infelizmente, não. De fato, muitas línguas antigas, como o grego arcaico, não tinham palavras para o azul.\1]) Mas o que isso significa? Que até poucos séculos atrás não enxergávamos tal cor? Certamente, o céu não passou subitamente a ser azul. Uma mutação tão grande e em tão larga escala? Improvável em tão pouco tempo. Logo, resta apenas a hipótese de que não tínhamos a percepção dessa tonalidade. O motivo sugerido: não termos uma palavra para descrevê-la.
Muito interessante tudo isso, mas o que isso tem a ver com a causa trans? Sobretudo com o dia da visibilidade trans que ocorreu nessa semana que terminou. Continue comigo mais um pouco, que estamos chegando ao ponto. Todo esse prelúdio foi para, a partir de algo tão mundano quanto a definição de uma cor, mostrar que somos seres baseados em linguagem. Ela não apenas nos fornece um meio de comunicação, mas uma forma de perceber o mundo. Assim, se não temos uma palavra para descrever um certo conceito, muito provavelmente não o perceberemos. Precisamos de palavras para decodificar e assim entender a realidade.
Agora, pense-se criança. Em sua mais tenra infância. Por concreteza da elucubração, suponha-se marcado como menino ao nascer. Vestem-lhe com calças e camisetas azuis, mas tudo o que você deseja é um vestido rosa. Presenteiam-lhe com bolas e carrinhos, porém quer mesmo é brincar de boneca. Supõem que você deve ser ativo fisicamente, bruto, quando não violento. Lutas e futebol. Contudo, almeja a delicadeza e a leveza. Quer dançar, cantar, gesticular livremente. Seu corpo antes solto deve ser preso. Não desmunheca! Não balança esse quadril. Não oscila essa voz! Nas festas juninas, pintam-lhe uma barba como a de seu pai. Uma máscara pesada para sufocar-lhe o desejo pelo batom vermelho de sua mãe. Tudo isso dói muito. Mas por que?
Dissonâncias diversas. Entretanto, como discordar? Você nasceu com um pênis entre as pernas. Esse é o seu destino. Tivesse nascido com uma vagina, as coisas seriam diferentes. Mais ao seu gosto. Você não entende. Quer ser diferente. Mas isso é impossível. Só há meninas com vaginas e meninos com pênis. Uma dicotomia que aparentemente lhe colocou do lado errado. Resta-lhe sonhar com o cabelo longo, as orelhas furadas, o vestido e o batom. Uma realidade que nunca será sua. Sabe que não é menino. Sabe que não pode ser uma menina. O que você é, então? Desespero existencial.
Mal sabia que tudo que lhe faltava era uma palavra. Como o azul para descrever o oceano, ansiava pelo termo transgênero. De um súbito a revelação. Um alumbramento perdido em uma noite aparentemente ordinária. Bastava-lhe essa palavra para dar sentido a sua existência. Agora, sabia o que era. Um pequeno passo para começar a longa jornada que um dia salvaria a sua vida.
Precisamos incorporar a palavra transgênero em nossos vocabulários. Torná-la um termo agradável e não um desprezível sinônimo para fetiche, marginalidade, pobreza, falta de perspectiva e prostituição compulsória. Nossas crianças precisam saber que ser trans não é o fim da linha, apenas o começo de uma existência repleta de serenidade. Precisam saber que existem pessoas trans felizes e realizadas: empresárias, modelos, atrizes e professoras. Visibilidade não é apenas lutar pela inclusão e direitos, mas também mostrar que é possível. Inspirar!
[1] https://www.sciencealert.com/humans-didn-t-see-the-colour-blue-until-modern-times-evidence-science
submitted by ankallima_ellen to transbr [link] [comments]


2020.02.02 16:57 ankallima_ellen As Aventuras de Gabi nas Terras do Estrogênio – Sexagésima Semana – Um Conto de Três Natais

Pode-se de certa forma bem acurada dizer que a minha estória recomeçou numa fatídica véspera de Natal há dois anos. Viajara juntamente com a esposa até as longínquas Terras Teutônicas para passar as festas com meus pais e irmãos. Foi enquanto me preparava para as comemorações que reparei na imensidão da minha testa emoldurada por entradas colossais e coroada por um cabelo cada vez mais ralo. Um desespero atroz se apossou de mim. Aquele terror de quando nos deparamos com a inexorabilidade do tempo. O mesmo que se esvaia por entre meus dedos junto com os fios que copiosamente caiam. Lágrimas secas escorriam pelo rosto. Jamais seria a garota de meus sonhos.
A constatação da iminente careca desengatilhou sentimentos inextricáveis que julgava há tempos subjugados. Emergindo da obscuridade de um passado quase esquecido e com uma impetuosidade impensada: a disforia me dominou. Afinal, a minha então definição de feminilidade dependia intrinsecamente de belas e longas madeixas. Uma mulher careca era algo impensado. Toda a cor do mundo de um súbito se esvaiu. Em frangalhos, fingi uma felicidade que a cada dia se tornava mais custosa. Aos poucos, o desespero me tornou apática. A vontade de viver esvaia-se conforme me distanciava de meu sonho. Cada vez mais improvável, se não impossível. Era a depressão, fruto de quem se sentia impotente para reivindicar o próprio destino. Não havia nada a fazer, exceto fugir para o esquecimento. Morte.
Havia sido um ano bem conturbado. Aceitar-se, nunca é fácil. Ainda mais quando a mudança necessária é brusca e das mais incertas. Uma aposta das mais arriscadas, joga-se tudo: de relacionamentos à carreira em troca de uma tentativa de ser feliz. Não se trata tanto de coragem, mas de uma última medida desesperada de quem já tinha encarado a morte de perto. À época do Natal do ano passado, apesar de já ter iniciado a revolução hormonal em minhas veias, poucos sabiam de minha verdadeira natureza. A esposa e amigos mais próximos apoiavam-me, contudo, com a família a situação estava bem mais delicada. Contara a meus pais pouco antes da véspera de Natal com a segurança de um oceano entre a gente e a certeza de que não estaria com eles durante as festas. Uma de minhas mais sabias decisões. Passaria com a amigos da minha esposa. Contudo, ainda sob a máscara de uma masculinidade decadente. Não era o momento adequado para contar certas coisas.
Doeu muito ver a esposa passando maquiagem e ficando linda para a festa, enquanto me contentava com uma camiseta e bermuda. Doeu ainda mais quando uma das crianças presentes, em toda a sua inocência me perguntou se era menino ou menina. A língua coçou para responder o certo, mas no meu vacilar, a amiga da esposa quase deu uma dura no menino pela pergunta que julgara estúpida. Ora, eu era obviamente um homem. Vontade de chorar, de dar de louca e enfiar a minha feminilidade goela abaixo, de sumir dali. A felicidade tão perto e ao mesmo tempo tão longe. A máscara estava mais pesada do que nunca.
Fingir ser alguém que não era, ainda mais com toda a revolução que se passava com meu corpo e mente, estava a cada dia mais impossível. Algo precisava ser feito antes que implodisse. Pouco mais de um mês depois dessa famigerada noite, já bradava aos quatro ventos virtuais e reais quem de fato era. Nada mais de fingimentos. Se já não fingia para mim, por que deveria continuar encarnando um personagem que só me machucava? A resposta foi bem mais positiva do que imaginara, contudo, a situação com a minha família só piorava. Não era sob a forma de transfobia descarada. Se fosse, seria mais fácil lidar. Eram os reflexos de uma relação forjada sobre a culpa e a dívida. Pais narcisistas que não queriam que a filha crescesse e enfim saísse do ninho.
Ficou-me claro que seria impossível estar com eles no Natal, a festa favorita de minha mãe. Se mesmo à distância me machucam com seus comentários e atitudes, imagine presa na mesma casa que eles, no meio de um pântano teutão. Nem recursos para fugir direito teria. Avisei-lhes logo. Não queria criar expectativas de uma possível passação de pano inspirada por crendices que nada me significam. Chantagem emocional não faltou, mas me mantive firme. Não bastava me reinventar, tinha que criar minhas próprias tradições familiares. A família é pequena: apenas a esposa e eu. Mas amor e compreensão e apoio mútuo não faltam. E é isso que sustenta uma família. Foi simples. Passamos o dia inteiro cozinhando juntas a ceia. Arrumamo-nos, vestidos fofíssimos, maquiagem e tudo que uma garota tem direito. Estávamos lindas quando sentamos para comer. Ganhava o maior presente que podia: ser amada sendo eu mesma. O melhor Natal.

A dançar pelada na frente do espelho
Sinto aos poucos ressurgir o desejo
Nada mais me resta do antigo fedelho
Somente curvas e volúpia vejo

Uma excelente semana a todes!
Beijocas,
Gabi
submitted by ankallima_ellen to transbr [link] [comments]


2019.12.14 05:30 Hellblazer_666 Setenta anos da revolução comunista da China, um dos países que mais cresce no planeta há quarenta anos e que se transformou profundamente, e pra melhor, desde o governo de Deng Xiaoping.

Setenta anos da revolução comunista da China, um dos países que mais cresce no planeta há quarenta anos e que se transformou profundamente, e pra melhor, desde o governo de Deng Xiaoping.
Por outro lado, a nação ainda enfrenta enormes problemas. A China que desperta a paixão do espectro progressista brasileiro, é a mesma China do gráfico que gasta muito pouco com direitos sociais. Por outro lado, aproximadamente um a cada 3 dólares arrecadados se transformam em subsídios que, em geral, vão pra industria. Agora me digam: Já pensaram se é um Bolsonaro tocando medidas econômicas assim?
A China, que no imaginário do espectro progressista brasileiro é governada por políticos sensíveis às demandas das classes trabalhadoras, na prática é um dos países que menos esforço faz pra proteger as frações mais pobres da sociedade.
O modelo se reflete na vida. O ensino superior no país é totalmente pago e o regime de aposentadorias possui regras muito mais duras que as propostas na reforma da previdência brasileira, por exemplo.
Com tantos exemplos de sociedades mais igualitárias e democráticas no mundo, porque o dirigismo chinês continua sendo a menina dos olhos da esquerda brasileira? Aqui, a definição de esquerda formulada pelo cientista político Norberto Bobbio não faz o menor sentido.


https://preview.redd.it/0cmp9tb81j441.png?width=890&format=png&auto=webp&s=52f88df73f3eb13a71526096487ca6752f4e92f0
submitted by Hellblazer_666 to BrasildoB [link] [comments]


2019.11.13 11:42 subreddit_stats Subreddit Stats: portugal top posts from 2015-05-16 to 2019-11-12 14:00 PDT

Period: 1640.75 days
Submissions Comments
Total 998 83599
Rate (per day) 0.61 50.93
Unique Redditors 690 10624
Combined Score 595871 729932

Top Submitters' Top Submissions

  1. 8791 points, 1 submission: ruisao
    1. Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage! (8791 points, 539 comments)
  2. 7333 points, 13 submissions: ForeverJamon
    1. Quando queres fazer um bolo mas tens... (1118 points, 59 comments)
    2. Também queria partilhar um meme (1095 points, 49 comments)
    3. Quando vos acontece isto, o que é que fazem? (887 points, 166 comments)
    4. I lack the success to make a good title (751 points, 48 comments)
    5. Coisa mai linda (524 points, 26 comments)
    6. [Receita] Happy 4/20! (459 points, 114 comments)
    7. Tinder em Portugal (x-post from /tinder) (429 points, 277 comments)
    8. Imagem do windows de hoje. Coisa mai linda! (406 points, 42 comments)
    9. Finalmente, aqui está a receita dos lanches. (382 points, 88 comments)
    10. "Chefe, fiz merda" (337 points, 83 comments)
  3. 6521 points, 8 submissions: the_bread_code
    1. Took a pastel de nata baking course and made those (1159 points, 77 comments)
    2. A German attempt at baking broa (993 points, 115 comments)
    3. Broa de milho from start to finish (846 points, 35 comments)
    4. Homemade Pastel de Nata (817 points, 78 comments)
    5. Hello Portugal (791 points, 34 comments)
    6. Broa de milho antes de cozer (770 points, 27 comments)
    7. Made some broa de milho with sourdough (652 points, 94 comments)
    8. Grandma asked to bake an alemaõ bread to remember her times when she was an immigrant in Germany. I made the German Graubrot, similar to broa de milho. (493 points, 55 comments)
  4. 6324 points, 8 submissions: aguadovimeiro
    1. The fucking of the french - 2016, colorized (1501 points, 46 comments)
    2. Somos Campeões do Mundo em Hóquei em Patins! (995 points, 83 comments)
    3. Há 50 anos era assim que se promovia o peixe congelado na RTP (780 points, 52 comments)
    4. Movimento anti-Costa (772 points, 63 comments)
    5. Isto do surf está na hora da morte... (660 points, 37 comments)
    6. Colocar o crl... (653 points, 29 comments)
    7. Estava a pesquisar informações sobre um número que me havia ligado quando encontrei este comentário... (506 points, 20 comments)
    8. 0% ingredientes australianos. (457 points, 56 comments)
  5. 5145 points, 7 submissions: John-florencio
    1. Buraco negro visto através de um telescópio português! Incrível. (1862 points, 48 comments)
    2. Sou artista/ilustrador e venho mostrar o meu trabalho :) (865 points, 166 comments)
    3. Tenho feito estas ilustrações tradicionais para descansar do pc... eu divirto-me bastante a criar estas pequenas histórias! Mais nos comments. (678 points, 91 comments)
    4. Olá pessoal, vocês lembram-se desta imagem que partilhei aqui? Fiz uma uma campanha em alguns threads relacionados com o meu trabalho, e porque não fazer no Portugal também? Dou o ficheiro em alta resolução para fazerem um print (7k a 300dpi). ver comments para download. (596 points, 47 comments)
    5. Como retiro inspiração das mais peculiares pessoas da minha aldeia e do ambiente onde vivo para gerar pequenas histórias. Ver comentários se quiserem saber mais :) (439 points, 28 comments)
    6. CCCAPBCAD- Comité científico para a compreensão e análise das pessoas que bebem café antes de dormir. como sugerido por um user deste sub vou fazeou pelo menos tentar) um post semanal com estes velhotes. (392 points, 48 comments)
    7. Malta, partilho convosco a minha primeira banda desenhada, para um cliente na América, o que acham? (313 points, 112 comments)
  6. 5011 points, 10 submissions: MeltzerIsMyDaddy
    1. Quem quer namorar com o S̷̜̱̬̺͓͖͛̍́̿̽͠r̶̛̜͙̟̘̪̀̍̋͋̔̄͝.̶̳͓̯̰͎̠̎͜ͅ ̵̱͈̩̅͒̾̿͒́͠E̸̻͖̯̲̘͗̌͂͂͆̂̋͛͋͘n̷̻̥̽̋̍̀̄̀g̶̛̗̲̣̙͑̎́̌̍̚e̸̡̮̣̻͉̼̔̔͘n̶̛͈̯̝̺̊͋͋́͐̽̾͜͝h̸̟̰̣̞̝̱͖̒̈́͋e̶̺̜̪̍́̀͌̿̊͗̽̚̕͜į̶͈͚̻͖̔̐͛̏͊̒̄̑͜ͅr̵̭̫̻͆̉̓͜o̸̢̮̳͖͔̊ Agricultor? (745 points, 32 comments)
    2. PSP alerta para novidade tecnológica nos carros (617 points, 81 comments)
    3. "Terminas-te o 9º. ano?" (588 points, 183 comments)
    4. Alta de Coimbra, década de 1930, Portugal (564 points, 66 comments)
    5. Sites de "Fake News" em Portugal (537 points, 250 comments)
    6. Spent the whole morning exploring Mosteiro dos Jerónimos, this natural hidden gem in Lisbon. Definitely the biggest surprise in the town in our opinion. (526 points, 60 comments)
    7. Um gajo a trabalhar... (400 points, 12 comments)
    8. Autocarro urbano espetou-se contra um talho em Viseu esta manhã (373 points, 92 comments)
    9. RTP1 - Era uma vez um cuco que não gostava de couves (347 points, 35 comments)
    10. Caminhos de Ferro da Beira Alta (1920) (314 points, 28 comments)
  7. 4554 points, 8 submissions: Jumpyer
    1. Porto, a cidade das gruas (755 points, 157 comments)
    2. Cuidado com o Miguel (706 points, 47 comments)
    3. O estagiário está com preguiça hoje (673 points, 57 comments)
    4. Quem estiver aborrecido com GoT, pode ver a versão tuga (660 points, 90 comments)
    5. O estagiário CM também queria participar no meme day (582 points, 12 comments)
    6. Manneken Pis vestido a rigor (424 points, 9 comments)
    7. Portugal faz hoje oficialmente 840 anos (392 points, 86 comments)
    8. Quando contas até 100 (362 points, 6 comments)
  8. 4523 points, 7 submissions: touny71
    1. Cristiano Ronaldo, viola portuguesa (1241 points, 91 comments)
    2. Turista brasileira salta do tabuleiro da ponte D. Luís.. Nua (638 points, 187 comments)
    3. Há 2 anos, 2 meses e 2 dias festejávamos assim. Obrigado Éder (621 points, 89 comments)
    4. Jorge Fonseca é sagra-se campeão Mundial de Judo -100kg! (599 points, 48 comments)
    5. Praça de touros na cratera de um vulcão. Graciosa, Açores (554 points, 74 comments)
    6. Faz hoje 1000 dias. Choremos um pouco (480 points, 51 comments)
    7. João Sousa e as meias-finais: “Estamos muito felizes, o trabalho duro compensa” (390 points, 15 comments)
  9. 4345 points, 9 submissions: utilizador
    1. Lisboa, terça-feira, 27 de Junho de 1933 - Adeptos do Sporting ouvem através do rádio o jogo entre Sporting CP [3] vs FC Porto [1], em Coimbra para o desempate das meias finais do Campeonato Nacional de Portugal. (627 points, 34 comments)
    2. Começando com o hino da Espanha. (606 points, 66 comments)
    3. Portugal in 1950 (591 points, 62 comments)
    4. tremendous effort (591 points, 73 comments)
    5. Entretanto, algures no Largo do Rato à porta da sede do PS. (494 points, 52 comments)
    6. para si, que é um homem... (432 points, 53 comments)
    7. Daniel Oliveira > eu adoro a Iniciativa Liberal. Quero vê-los a convencer os eleitores que ganham 700 euros que vão perder 100 euros de salário para pagar a nova taxa de IRS para que um tipo de que ganha cinco mil possa poupar mais de mil euros por mês. (...) (341 points, 566 comments)
    8. Alta definição (338 points, 34 comments)
    9. Olha o robot. É prò menino e prà menina. Olha o robot. Trabalha muito e gasta pouco. Olha o robot. É muito útil pra quem manda. Olha o RADAR... em caixa de cartão? A foto é de hoje! Avenida Santos e Castro. (325 points, 76 comments)
  10. 4016 points, 1 submission: Camarna
    1. Look who's coming to visit (4016 points, 71 comments)

Top Commenters

  1. 1Warrior4All (8596 points, 712 comments)
  2. AqueleHumano (6739 points, 303 comments)
  3. Numaeus (3986 points, 562 comments)
  4. ManoRocha (3915 points, 136 comments)
  5. NGramatical (3877 points, 971 comments)
  6. crabcarl (3479 points, 203 comments)
  7. ozzymustaine (3447 points, 169 comments)
  8. namny1 (3315 points, 93 comments)
  9. sup3rfm (3224 points, 180 comments)
  10. RiKoNnEcT (3093 points, 229 comments)

Top Submissions

  1. Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage! by ruisao (8791 points, 539 comments)
  2. Look who's coming to visit by Camarna (4016 points, 71 comments)
  3. Esta montagem foi editada por mim. Demorou quase 4 meses fazer e agora está no Top 1 do subreddit oficial da Marvel. Surreal! by leunnam (2147 points, 348 comments)
  4. I was told to x-post this to this sub by LuNoZzy (2022 points, 128 comments)
  5. Pera... by VladTepesDraculea (1869 points, 67 comments)
  6. Buraco negro visto através de um telescópio português! Incrível. by John-florencio (1862 points, 48 comments)
  7. Tinha de ser dito by SamuelPuga (1811 points, 283 comments)
  8. Cansado das filas de embarque? by OperaRotas (1751 points, 43 comments)
  9. (desculpem não sei se é suposto pôr aqui xD) encontramos 7 cachorrinhos abandonados perto do campus de gambelas em Faro. Se houver alguém na zona que queira e que esteja disposto de adotar era agradecido. Muito obrigado :) by kiubysore (1625 points, 59 comments)
  10. Ninguém avisou a gaivota que hoje é feriado by heldermendes (1621 points, 37 comments)

Top Comments

  1. 833 points: AqueleHumano's comment in Quero chibar-me às finanças. Serei doido?
  2. 657 points: Greatmambojambo's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  3. 629 points: maryjtobasco's comment in Foi para isto que se fez o 25 de Abril
  4. 627 points: taikoubou_'s comment in Turista brasileira salta do tabuleiro da ponte D. Luís.. Nua
  5. 602 points: MLG-Sheep's comment in Porque é que os redditors neste sub são tão cínicos?
  6. 592 points: Numaeus's comment in Visto que desperdiçámos a palavra autocarro com os autocarros o que vamos chamar aos carros que se conduzirem sozinhos?
  7. 530 points: SpinN20's comment in The Disappearance of Madeleine McCann Official Trailer [HD] Netflix
  8. 519 points: ozzymustaine's comment in A German attempt at baking broa
  9. 510 points: Saboni's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  10. 489 points: TTRO's comment in Quando dedicas um tempinho a ajudar os teus novos vizinhos da frente que ficaram fechados fora de casa
Generated with BBoe's Subreddit Stats
submitted by subreddit_stats to subreddit_stats [link] [comments]


2019.08.25 00:22 KokishinNeko Subreddit Stats: portugal top posts from 2018-08-24 to 2019-08-22 19:51 PDT

Period: 363.06 days
Submissions Comments
Total 1000 79747
Rate (per day) 2.75 218.62
Unique Redditors 657 8974
Combined Score 448634 626594

Top Submitters' Top Submissions

  1. 5769 points, 16 submissions: MeltzerIsMyDaddy
    1. Quem quer namorar com o S̷̜̱̬̺͓͖͛̍́̿̽͠r̶̛̜͙̟̘̪̀̍̋͋̔̄͝.̶̳͓̯̰͎̠̎͜ͅ ̵̱͈̩̅͒̾̿͒́͠E̸̻͖̯̲̘͗̌͂͂͆̂̋͛͋͘n̷̻̥̽̋̍̀̄̀g̶̛̗̲̣̙͑̎́̌̍̚e̸̡̮̣̻͉̼̔̔͘n̶̛͈̯̝̺̊͋͋́͐̽̾͜͝h̸̟̰̣̞̝̱͖̒̈́͋e̶̺̜̪̍́̀͌̿̊͗̽̚̕͜į̶͈͚̻͖̔̐͛̏͊̒̄̑͜ͅr̵̭̫̻͆̉̓͜o̸̢̮̳͖͔̊ Agricultor? (749 points, 32 comments)
    2. PSP alerta para novidade tecnológica nos carros (616 points, 81 comments)
    3. Alta de Coimbra, década de 1930, Portugal (566 points, 69 comments)
    4. Sites de "Fake News" em Portugal (535 points, 250 comments)
    5. Spent the whole morning exploring Mosteiro dos Jerónimos, this natural hidden gem in Lisbon. Definitely the biggest surprise in the town in our opinion. (525 points, 60 comments)
    6. Autocarro urbano espetou-se contra um talho em Viseu esta manhã (375 points, 92 comments)
    7. RTP1 - Era uma vez um cuco que não gostava de couves (345 points, 35 comments)
    8. Portugal: Por cada 100 carros vendidos 5 já são elétricos (288 points, 187 comments)
    9. O grande "Tó Madeira" no trailer do Football Manager 2019. (287 points, 26 comments)
    10. E com 10 anos de atraso, SIC passa a emitir em HD. (285 points, 123 comments)
  2. 5313 points, 11 submissions: Jumpyer
    1. Porto, a cidade das gruas (751 points, 157 comments)
    2. Cuidado com o Miguel (705 points, 47 comments)
    3. O estagiário está com preguiça hoje (666 points, 57 comments)
    4. Quem estiver aborrecido com GoT, pode ver a versão tuga (664 points, 90 comments)
    5. O estagiário CM também queria participar no meme day (578 points, 12 comments)
    6. Manneken Pis vestido a rigor (420 points, 9 comments)
    7. Portugal faz hoje oficialmente 840 anos (385 points, 86 comments)
    8. Quando contas até 100 (365 points, 6 comments)
    9. Isto é a sério? (291 points, 154 comments)
    10. Resolvido o problema para quem não é de esquerda nem direita (280 points, 65 comments)
  3. 4769 points, 10 submissions: touny71
    1. Cristiano Ronaldo, viola portuguesa (1243 points, 92 comments)
    2. Turista brasileira salta do tabuleiro da ponte D. Luís.. Nua (635 points, 188 comments)
    3. Há 2 anos, 2 meses e 2 dias festejávamos assim. Obrigado Éder (623 points, 89 comments)
    4. Praça de touros na cratera de um vulcão. Graciosa, Açores (558 points, 74 comments)
    5. Faz hoje 1000 dias. Choremos um pouco (478 points, 51 comments)
    6. João Sousa e as meias-finais: “Estamos muito felizes, o trabalho duro compensa” (387 points, 15 comments)
    7. Está confirmado que a morte de uma idosa no prédio comprado por investidores chineses teve mão criminosa. (262 points, 74 comments)
    8. A SIC entrevistou um guarda prisional que estava no motim no EPL para contar o que se passou , cara tapada e voz distorcida para preservar a identidade. Depois fez uma entrevista ao representante do sindicato..que usava o mesmo casaco (255 points, 33 comments)
    9. Tourada é cultura. Fugir como um cobarde, faz parte (168 points, 301 comments)
    10. Animais do Gerês filmados por câmaras de trilho (160 points, 50 comments)
  4. 4006 points, 1 submission: Camarna
    1. Look who's coming to visit (4006 points, 71 comments)
  5. 3990 points, 8 submissions: gamma-ray-bursts
    1. A lembrar o passado: fui visitar uma vila pequena, pacata e envelhecida nos arredores de Coimbra: Espinhal. Lá encontrei esta mercearia à moda dos tempos que há muito já passaram. A dona já idosa diz que foi passada de geração em geração desde os avós dela. Deu-me uma certa nostalgia. (1010 points, 55 comments)
    2. Unhais da Serra, às portas da Serra da Estrela, ontem (603 points, 34 comments)
    3. [OC] Farol de "Aveiro" à noite (574 points, 37 comments)
    4. Farol da Barra de Aveiro, Verão (568 points, 53 comments)
    5. Coimbra, Portugal, a minha cidade preferida (497 points, 118 comments)
    6. Covilhã Paixão! (289 points, 51 comments)
    7. Nas entranhas de Portugal: Tortosendo (271 points, 38 comments)
    8. [OC] Mosteiro de Alcobaça (interior) (178 points, 8 comments)
  6. 3986 points, 6 submissions: VladTepesDraculea
    1. Pera... (1821 points, 65 comments)
    2. Enviaram-me um recorte de jornal sobre o cão do meu tio. O autor deste artigo levou 5 dias de choldra porque não caiu no goto do Spínola. (809 points, 69 comments)
    3. Isto de manhã está frio... (529 points, 104 comments)
    4. E o mini caixotim diz "FA-FA-FA-FA-FAK-U! (381 points, 17 comments)
    5. 💓 OLX (285 points, 79 comments)
    6. A conquistarmos o Mundo, um pastel de nata de cada vez! (161 points, 54 comments)
  7. 3954 points, 8 submissions: vcasqu
    1. Elevador da Bica. 1912 vs 2019 (823 points, 33 comments)
    2. Lisboa no inverno. (705 points, 29 comments)
    3. Rua do Ouro/Rossio. Início do século XX vs 2019 (567 points, 45 comments)
    4. Contra Relógio (do Arco da Rua Augusta) (565 points, 41 comments)
    5. “Se puderes olhar vê. Se puderes ver, repara”. José Saramago (514 points, 23 comments)
    6. Equilíbrio. Lisboa. Portugal. (354 points, 23 comments)
    7. Janelas de Lisboa. #1 (221 points, 13 comments)
    8. Terreiro do Paço, Lisboa. (205 points, 6 comments)
  8. 3950 points, 9 submissions: utilizador
    1. Lisboa, terça-feira, 27 de Junho de 1933 - Adeptos do Sporting ouvem através do rádio o jogo entre Sporting CP [3] vs FC Porto [1], em Coimbra para o desempate das meias finais do Campeonato Nacional de Portugal. (626 points, 34 comments)
    2. Começando com o hino da Espanha. (601 points, 66 comments)
    3. tremendous effort (591 points, 73 comments)
    4. Portugal in 1950 (588 points, 62 comments)
    5. para si, que é um homem... (438 points, 53 comments)
    6. Alta definição (335 points, 34 comments)
    7. Olha o robot. É prò menino e prà menina. Olha o robot. Trabalha muito e gasta pouco. Olha o robot. É muito útil pra quem manda. Olha o RADAR... em caixa de cartão? A foto é de hoje! Avenida Santos e Castro. (321 points, 76 comments)
    8. Dá jeito... o Hospital é ali perto e tudo! Road Rage Tuga Version! (286 points, 55 comments)
    9. Já tens carta? (164 points, 28 comments)
  9. 3814 points, 5 submissions: John-florencio
    1. Buraco negro visto através de um telescópio português! Incrível. (1848 points, 48 comments)
    2. Tenho feito estas ilustrações tradicionais para descansar do pc... eu divirto-me bastante a criar estas pequenas histórias! Mais nos comments. (678 points, 92 comments)
    3. Olá pessoal, vocês lembram-se desta imagem que partilhei aqui? Fiz uma uma campanha em alguns threads relacionados com o meu trabalho, e porque não fazer no Portugal também? Dou o ficheiro em alta resolução para fazerem um print (7k a 300dpi). ver comments para download. (589 points, 47 comments)
    4. CCCAPBCAD- Comité científico para a compreensão e análise das pessoas que bebem café antes de dormir. como sugerido por um user deste sub vou fazeou pelo menos tentar) um post semanal com estes velhotes. (385 points, 48 comments)
    5. Malta, partilho convosco a minha primeira banda desenhada, para um cliente na América, o que acham? (314 points, 112 comments)
  10. 3809 points, 5 submissions: aguadovimeiro
    1. The fucking of the french - 2016, colorized (1477 points, 46 comments)
    2. Somos Campeões do Mundo em Hóquei em Patins! (987 points, 92 comments)
    3. Isto do surf está na hora da morte... (646 points, 39 comments)
    4. Estava a pesquisar informações sobre um número que me havia ligado quando encontrei este comentário... (497 points, 20 comments)
    5. Topless presidencial (202 points, 27 comments)
  11. 3705 points, 6 submissions: daz_zeD
    1. Nova série da Netflix (876 points, 57 comments)
    2. Se calhar não damos tanto valor como o pessoal de fora. (862 points, 76 comments)
    3. Resumindo. (784 points, 50 comments)
    4. A Maria disse que queria as especiarias às 19h para fazer o jantar mas ainda deu pra ir ao Brasil beber um copo, se é que me entendes. (662 points, 64 comments)
    5. Com possibilidade de ficares efectivo no final claro. (343 points, 19 comments)
    6. Estuda rapaz... (178 points, 20 comments)
  12. 3029 points, 7 submissions: ForeverJamon
    1. Quando queres fazer um bolo mas tens... (1103 points, 60 comments)
    2. I lack the success to make a good title (743 points, 48 comments)
    3. Oi amigos, Jamon aqui (327 points, 166 comments)
    4. O meu Reddit secret santa 2018 (250 points, 45 comments)
    5. [Receita] Cinnamon rolls aka Rolos de canela tipo os do ikea (mas melhores) (238 points, 87 comments)
    6. [Receita] Bacalhau com batata palha e ovos aka Brás (194 points, 67 comments)
    7. [Receita] Como fazer um hamberder duplo com queijo (174 points, 105 comments)
  13. 2898 points, 4 submissions: GuaxininSexy
    1. concordam? (963 points, 141 comments)
    2. Estagiario! What else? (942 points, 86 comments)
    3. Tuga memo (742 points, 73 comments)
    4. Vi isto no twitter e tinha que partilhar aqui (251 points, 72 comments)
  14. 2873 points, 7 submissions: throwaway388292828
    1. eu quando reutilizo o saco de plástico do Pingo Doce (1040 points, 92 comments)
    2. Economia portuguesa em 2019 (609 points, 91 comments)
    3. 🚨 Nova operação da Autoridade Tributária (392 points, 37 comments)
    4. A reação do PS ao relatório da OCDE sobre Portugal (292 points, 7 comments)
    5. Pinto Monteiro, 22° Procurador Geral da República - o procurador que não procurava, que almoçava com quem devia procurar, arquivava tudo e que se preocupava muito com o segredo de justiça (214 points, 21 comments)
    6. Economia portuguesa a caminho do penta campeonato (167 points, 17 comments)
    7. Críticas à moderação (159 points, 3 comments)
  15. 2787 points, 2 submissions: LuNoZzy
    1. I was told to x-post this to this sub (2015 points, 128 comments)
    2. Homofobia (772 points, 79 comments)
  16. 2760 points, 9 submissions: fanboy_killer
    1. O PS não confirmou uma notícia obviamente inacreditável (719 points, 131 comments)
    2. Portugal apresenta a mais baixa taxa de violência e vitimização motivadas por racismo na UE (410 points, 241 comments)
    3. Portugal ultrapassa Rússia no consumo de álcool per capita (388 points, 106 comments)
    4. Variações - Teaser Trailer (242 points, 65 comments)
    5. 3 países (219 points, 84 comments)
    6. Maria Begonha e a estabilidade laboral (214 points, 91 comments)
    7. Tabela dos custos previstos para transferências por MBWay (213 points, 175 comments)
    8. NOS Primavera Sound - cartaz honesto (189 points, 58 comments)
    9. TAP é a companhia aérea menos pontual do mundo (166 points, 54 comments)
  17. 2702 points, 6 submissions: AqueleHumano
    1. Pela Nação, por Portugal!! (1190 points, 53 comments)
    2. Não reparem em mim, vou só deixar isto aqui. (555 points, 54 comments)
    3. Português detido em Espanha depois de conduzir em contramão a ler a Bíblia. (276 points, 61 comments)
    4. Poligrafo remove factcheck contendo confirmação de que Luís Montenegro é Maçon. Mais info. no interior. (233 points, 68 comments)
    5. Espero bem que o Centeno siga este conselho. (227 points, 24 comments)
    6. Fernando Mendes recusa convite da TVI e é o apresentador mais bem pago da RTP1. (221 points, 98 comments)
  18. 2665 points, 4 submissions: wakerdan
    1. Quando usam um tradutor automático... (1396 points, 57 comments)
    2. Jovens poetas portugueses (833 points, 84 comments)
    3. Vereador do CDS usa uma imagem de anime para se pronunciar sobre o polémico despacho (225 points, 130 comments)
    4. Greve dos motoristas de matérias perigosas terminou, Governo fala ao país às 8h00 (211 points, 157 comments)
  19. 2497 points, 7 submissions: pica_foices
    1. Nabeiro lança primeira cápsula de café com 0% plásticos, 0% micro-plásticos e 0% alumínio (739 points, 138 comments)
    2. Jovem português investigado pelo FBI e Unidade Nacional Contra o Terrorismo por tweets polémicos (446 points, 124 comments)
    3. "Segurança informática e de informação do Citius" in a nutshell (351 points, 126 comments)
    4. Assim começam incêndios devido ao vento, linhas eléctricas e má de limpeza florestal (321 points, 63 comments)
    5. Entrevista exclusiva: “Sou o Rui Pinto, o ‘John’ dos Football Leaks, e sei que as autoridades portuguesas não querem investigar os crimes” (242 points, 215 comments)
    6. A HBO streaming já está disponível em Portugal (202 points, 161 comments)
    7. Antiga jornalista da TVI (actualmente no rádio Observador) diz que Expresso ocultou trabalhos sobre a IURD a troco da compra de publicidade e investimento na emissão obrigacionista da Impresa (196 points, 25 comments)
  20. 2489 points, 7 submissions: TheShowaDaily
    1. Vista Aérea do Palácio Nacional de Mafra, Um palácio e mosteiro monumental em estilo barroco joanino. Os trabalhos da sua construção iniciaram-se em 1717 por iniciativa de João V de Portugal e terminada em 1730. (543 points, 44 comments)
    2. Interior da Igreja do Convento de Cristo em Tomar, Portugal, construída no Século XII (527 points, 27 comments)
    3. “Cidade de Lisboa, Capital do Reino Portugal” pintura Japonesa do Século XVII. Museu de Kobe. Japão (453 points, 20 comments)
    4. Fidalgo Português montado em um elefante durante viagem a Nagasaki, Japão. Pintura japonesa do Século XVI. (338 points, 66 comments)
    5. Lápide do Século XIII de um “Mudéjar” de Lisboa. Muçulmanos ibéricos que permaneceram em território reconquistado pelos cristãos. A inscrição em árabe traduzida diz: Eterno é Deus. Tem compaixão conforme a sua mercê, ó tu que tudo dominas, e olha[com misericórdia] para o sítio para onde fui mandado (243 points, 50 comments)
    6. Brasão do Reino de Portugal. Escultura de Andrea Della Robbia. 1505 (223 points, 7 comments)
    7. Portugueses em um navio japonês. Pintura do Século XVI (162 points, 21 comments)

Top Commenters

  1. 1Warrior4All (8044 points, 638 comments)
  2. AqueleHumano (8021 points, 422 comments)
  3. Numaeus (4614 points, 661 comments)
  4. ozzymustaine (3656 points, 218 comments)
  5. NGramatical (3654 points, 1105 comments)
  6. namny1 (3219 points, 93 comments)
  7. 4in4t92 (3049 points, 348 comments)
  8. Parshath_ (2994 points, 154 comments)
  9. OrangeOakie (2929 points, 325 comments)
  10. ManoRocha (2917 points, 121 comments)
  11. RiKoNnEcT (2749 points, 193 comments)
  12. fanboy_killer (2738 points, 164 comments)
  13. crabcarl (2645 points, 184 comments)
  14. touny71 (2560 points, 152 comments)
  15. Empirion (2364 points, 116 comments)
  16. MateusnotdaBiblia (2355 points, 200 comments)
  17. EarlPious (2294 points, 294 comments)
  18. VicenteOlisipo (2287 points, 182 comments)
  19. KokishinNeko (2246 points, 185 comments)
  20. TTRO (2233 points, 72 comments)

Top Submissions

  1. Look who's coming to visit by Camarna (4006 points, 71 comments)
  2. Esta montagem foi editada por mim. Demorou quase 4 meses fazer e agora está no Top 1 do subreddit oficial da Marvel. Surreal! by leunnam (2098 points, 346 comments)
  3. I was told to x-post this to this sub by LuNoZzy (2015 points, 128 comments)
  4. Buraco negro visto através de um telescópio português! Incrível. by John-florencio (1848 points, 48 comments)
  5. Pera... by VladTepesDraculea (1821 points, 65 comments)
  6. Tinha de ser dito by SamuelPuga (1762 points, 283 comments)
  7. (desculpem não sei se é suposto pôr aqui xD) encontramos 7 cachorrinhos abandonados perto do campus de gambelas em Faro. Se houver alguém na zona que queira e que esteja disposto de adotar era agradecido. Muito obrigado :) by kiubysore (1609 points, 61 comments)
  8. Ninguém avisou a gaivota que hoje é feriado by heldermendes (1589 points, 37 comments)
  9. Boas fodas, meus irmãos engenheiros! by average_user21 (1563 points, 50 comments)
  10. 25 DE ABRIL SEMPRE, FASCISMO NUNCA MAIS! by SrDoss (1482 points, 430 comments)

Top Comments

  1. 841 points: AqueleHumano's comment in Quero chibar-me às finanças. Serei doido?
  2. 728 points: Numaeus's comment in Meti uma casa a arrendar e..
  3. 624 points: taikoubou_'s comment in Turista brasileira salta do tabuleiro da ponte D. Luís.. Nua
  4. 592 points: Numaeus's comment in Visto que desperdiçámos a palavra autocarro com os autocarros o que vamos chamar aos carros que se conduzirem sozinhos?
  5. 532 points: SpinN20's comment in The Disappearance of Madeleine McCann Official Trailer [HD] Netflix
  6. 513 points: ozzymustaine's comment in A German attempt at baking broa
  7. 480 points: sup3rfm's comment in About my Portugal experience that I have been putting off on writing until now.
  8. 477 points: SpiritDown's comment in The Pentagon emits more greenhouse gases than Portugal, study finds
  9. 477 points: TTRO's comment in Quando dedicas um tempinho a ajudar os teus novos vizinhos da frente que ficaram fechados fora de casa
  10. 475 points: sbruno94's comment in Oi amigos, Jamon aqui
Generated with BBoe's Subreddit Stats
submitted by KokishinNeko to subreddit_stats [link] [comments]


2019.08.23 02:37 subreddit_stats Subreddit Stats: portugal top posts from 2015-05-16 to 2019-08-22 12:41 PDT

Period: 1558.69 days
Submissions Comments
Total 997 81570
Rate (per day) 0.64 52.32
Unique Redditors 663 10068
Combined Score 524070 681010

Top Submitters' Top Submissions

  1. 8783 points, 1 submission: ruisao
    1. Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage! (8783 points, 540 comments)
  2. 6872 points, 14 submissions: ForeverJamon
    1. Também queria partilhar um meme (1096 points, 49 comments)
    2. Quando queres fazer um bolo mas tens... (1093 points, 60 comments)
    3. I lack the success to make a good title (748 points, 48 comments)
    4. Coisa mai linda (523 points, 26 comments)
    5. [Receita] Happy 4/20! (465 points, 114 comments)
    6. Tinder em Portugal (x-post from /tinder) (427 points, 277 comments)
    7. Finalmente, aqui está a receita dos lanches. (387 points, 88 comments)
    8. "Chefe, fiz merda" (338 points, 83 comments)
    9. Oi amigos, Jamon aqui (331 points, 166 comments)
    10. Caros amigos, aqui está o video do AMA. Espero que gostem. Aquele abraço! (310 points, 126 comments)
  3. 5870 points, 13 submissions: MeltzerIsMyDaddy
    1. Quem quer namorar com o S̷̜̱̬̺͓͖͛̍́̿̽͠r̶̛̜͙̟̘̪̀̍̋͋̔̄͝.̶̳͓̯̰͎̠̎͜ͅ ̵̱͈̩̅͒̾̿͒́͠E̸̻͖̯̲̘͗̌͂͂͆̂̋͛͋͘n̷̻̥̽̋̍̀̄̀g̶̛̗̲̣̙͑̎́̌̍̚e̸̡̮̣̻͉̼̔̔͘n̶̛͈̯̝̺̊͋͋́͐̽̾͜͝h̸̟̰̣̞̝̱͖̒̈́͋e̶̺̜̪̍́̀͌̿̊͗̽̚̕͜į̶͈͚̻͖̔̐͛̏͊̒̄̑͜ͅr̵̭̫̻͆̉̓͜o̸̢̮̳͖͔̊ Agricultor? (749 points, 32 comments)
    2. PSP alerta para novidade tecnológica nos carros (613 points, 81 comments)
    3. "Terminas-te o 9º. ano?" (587 points, 183 comments)
    4. Alta de Coimbra, década de 1930, Portugal (564 points, 69 comments)
    5. Sites de "Fake News" em Portugal (534 points, 250 comments)
    6. Spent the whole morning exploring Mosteiro dos Jerónimos, this natural hidden gem in Lisbon. Definitely the biggest surprise in the town in our opinion. (527 points, 60 comments)
    7. Um gajo a trabalhar... (401 points, 12 comments)
    8. Autocarro urbano espetou-se contra um talho em Viseu esta manhã (379 points, 92 comments)
    9. RTP1 - Era uma vez um cuco que não gostava de couves (343 points, 35 comments)
    10. Caminhos de Ferro da Beira Alta (1920) (311 points, 28 comments)
  4. 5224 points, 8 submissions: John-florencio
    1. Buraco negro visto através de um telescópio português! Incrível. (1850 points, 48 comments)
    2. Sou artista/ilustrador e venho mostrar o meu trabalho :) (866 points, 166 comments)
    3. Tenho feito estas ilustrações tradicionais para descansar do pc... eu divirto-me bastante a criar estas pequenas histórias! Mais nos comments. (670 points, 92 comments)
    4. Olá pessoal, vocês lembram-se desta imagem que partilhei aqui? Fiz uma uma campanha em alguns threads relacionados com o meu trabalho, e porque não fazer no Portugal também? Dou o ficheiro em alta resolução para fazerem um print (7k a 300dpi). ver comments para download. (591 points, 47 comments)
    5. CCCAPBCAD- Comité científico para a compreensão e análise das pessoas que bebem café antes de dormir. como sugerido por um user deste sub vou fazeou pelo menos tentar) um post semanal com estes velhotes. (384 points, 48 comments)
    6. Malta, partilho convosco a minha primeira banda desenhada, para um cliente na América, o que acham? (309 points, 112 comments)
    7. Fiz um trabalho de fotografia onde fotografei duas famílias de ciganos a viver numa fábrica de tijolo. (285 points, 180 comments)
    8. Quando estamos descansados da vida, e um dos maiores ilustradores do mundo decide fazer review do meu portefólio em directo num dos maiores sites de criativos do mundo o Behance. (269 points, 71 comments)
  5. 5108 points, 10 submissions: Jumpyer
    1. Porto, a cidade das gruas (751 points, 157 comments)
    2. Cuidado com o Miguel (705 points, 47 comments)
    3. O estagiário está com preguiça hoje (670 points, 57 comments)
    4. Quem estiver aborrecido com GoT, pode ver a versão tuga (660 points, 90 comments)
    5. O estagiário CM também queria participar no meme day (576 points, 12 comments)
    6. Manneken Pis vestido a rigor (425 points, 9 comments)
    7. Portugal faz hoje oficialmente 840 anos (390 points, 86 comments)
    8. Quando contas até 100 (365 points, 6 comments)
    9. Isto é a sério? (292 points, 154 comments)
    10. Resolvido o problema para quem não é de esquerda nem direita (274 points, 65 comments)
  6. 4301 points, 9 submissions: utilizador
    1. Lisboa, terça-feira, 27 de Junho de 1933 - Adeptos do Sporting ouvem através do rádio o jogo entre Sporting CP [3] vs FC Porto [1], em Coimbra para o desempate das meias finais do Campeonato Nacional de Portugal. (629 points, 34 comments)
    2. Começando com o hino da Espanha. (609 points, 66 comments)
    3. Portugal in 1950 (591 points, 62 comments)
    4. tremendous effort (590 points, 73 comments)
    5. Entretanto, algures no Largo do Rato à porta da sede do PS. (494 points, 52 comments)
    6. para si, que é um homem... (442 points, 53 comments)
    7. Alta definição (336 points, 34 comments)
    8. Olha o robot. É prò menino e prà menina. Olha o robot. Trabalha muito e gasta pouco. Olha o robot. É muito útil pra quem manda. Olha o RADAR... em caixa de cartão? A foto é de hoje! Avenida Santos e Castro. (322 points, 76 comments)
    9. Dá jeito... o Hospital é ali perto e tudo! Road Rage Tuga Version! (288 points, 55 comments)
  7. 4202 points, 7 submissions: touny71
    1. Cristiano Ronaldo, viola portuguesa (1242 points, 92 comments)
    2. Turista brasileira salta do tabuleiro da ponte D. Luís.. Nua (637 points, 188 comments)
    3. Há 2 anos, 2 meses e 2 dias festejávamos assim. Obrigado Éder (623 points, 89 comments)
    4. Praça de touros na cratera de um vulcão. Graciosa, Açores (555 points, 74 comments)
    5. Faz hoje 1000 dias. Choremos um pouco (476 points, 51 comments)
    6. João Sousa e as meias-finais: “Estamos muito felizes, o trabalho duro compensa” (384 points, 15 comments)
    7. Ilhéu de Vila Franca do Campo, Açores (285 points, 15 comments)
  8. 4004 points, 1 submission: Camarna
    1. Look who's coming to visit (4004 points, 71 comments)
  9. 3836 points, 5 submissions: VladTepesDraculea
    1. Pera... (1822 points, 65 comments)
    2. Enviaram-me um recorte de jornal sobre o cão do meu tio. O autor deste artigo levou 5 dias de choldra porque não caiu no goto do Spínola. (804 points, 69 comments)
    3. Isto de manhã está frio... (533 points, 104 comments)
    4. E o mini caixotim diz "FA-FA-FA-FA-FAK-U! (392 points, 17 comments)
    5. 💓 OLX (285 points, 79 comments)
  10. 3824 points, 7 submissions: gamma-ray-bursts
    1. A lembrar o passado: fui visitar uma vila pequena, pacata e envelhecida nos arredores de Coimbra: Espinhal. Lá encontrei esta mercearia à moda dos tempos que há muito já passaram. A dona já idosa diz que foi passada de geração em geração desde os avós dela. Deu-me uma certa nostalgia. (1010 points, 55 comments)
    2. Unhais da Serra, às portas da Serra da Estrela, ontem (596 points, 34 comments)
    3. [OC] Farol de "Aveiro" à noite (580 points, 37 comments)
    4. Farol da Barra de Aveiro, Verão (569 points, 53 comments)
    5. Coimbra, Portugal, a minha cidade preferida (505 points, 118 comments)
    6. Covilhã Paixão! (294 points, 51 comments)
    7. Nas entranhas de Portugal: Tortosendo (270 points, 38 comments)

Top Commenters

  1. 1Warrior4All (8790 points, 633 comments)
  2. AqueleHumano (7577 points, 360 comments)
  3. ozzymustaine (3581 points, 183 comments)
  4. sup3rfm (3580 points, 209 comments)
  5. Numaeus (3569 points, 614 comments)
  6. NGramatical (3524 points, 918 comments)
  7. QuintoImperio (3377 points, 164 comments)
  8. namny1 (3215 points, 93 comments)
  9. Parshath_ (2986 points, 163 comments)
  10. RiKoNnEcT (2950 points, 223 comments)

Top Submissions

  1. Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage! by ruisao (8783 points, 540 comments)
  2. Look who's coming to visit by Camarna (4004 points, 71 comments)
  3. Esta montagem foi editada por mim. Demorou quase 4 meses fazer e agora está no Top 1 do subreddit oficial da Marvel. Surreal! by leunnam (2082 points, 345 comments)
  4. I was told to x-post this to this sub by LuNoZzy (2018 points, 128 comments)
  5. Buraco negro visto através de um telescópio português! Incrível. by John-florencio (1850 points, 48 comments)
  6. Pera... by VladTepesDraculea (1822 points, 65 comments)
  7. Tinha de ser dito by SamuelPuga (1760 points, 283 comments)
  8. (desculpem não sei se é suposto pôr aqui xD) encontramos 7 cachorrinhos abandonados perto do campus de gambelas em Faro. Se houver alguém na zona que queira e que esteja disposto de adotar era agradecido. Muito obrigado :) by kiubysore (1614 points, 61 comments)
  9. Ninguém avisou a gaivota que hoje é feriado by heldermendes (1584 points, 37 comments)
  10. Boas fodas, meus irmãos engenheiros! by average_user21 (1563 points, 50 comments)

Top Comments

  1. 842 points: AqueleHumano's comment in Quero chibar-me às finanças. Serei doido?
  2. 657 points: Greatmambojambo's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  3. 619 points: taikoubou_'s comment in Turista brasileira salta do tabuleiro da ponte D. Luís.. Nua
  4. 596 points: Numaeus's comment in Visto que desperdiçámos a palavra autocarro com os autocarros o que vamos chamar aos carros que se conduzirem sozinhos?
  5. 529 points: SpinN20's comment in The Disappearance of Madeleine McCann Official Trailer [HD] Netflix
  6. 517 points: ozzymustaine's comment in A German attempt at baking broa
  7. 509 points: Saboni's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  8. 489 points: MagnusCallicles's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  9. 480 points: TTRO's comment in Quando dedicas um tempinho a ajudar os teus novos vizinhos da frente que ficaram fechados fora de casa
  10. 480 points: sbruno94's comment in Oi amigos, Jamon aqui
Generated with BBoe's Subreddit Stats
submitted by subreddit_stats to subreddit_stats [link] [comments]


2019.07.24 17:17 Balinoiss Gostaria muito de discutir a questão trans mas tenho medo de ser tirada de transfóbica.

Meu nome é Luiza, sou estudante de arte, 25 anos e tenho muito medo de puxar qualquer discussão sobre esse assunto e perder amigos e ser taxada de transfóbica simplesmente por querer debater o assunto para tentar entender melhor. Convivo em um meio em que muitas pessoas se identificam de diversas formas, mas pouquíssimas ou nenhuma se propõe a debater essas questões de forma racional, sem levar pro lado pessoal ou achar que por eu não concordar 100% eu estou "matando pessoas trans".
Vou tentar fazer um resumo de como essa questão se desenvolveu em mim. Alguns anos atras eu estava viajando com uma das minhas melhores amigas desde a infância que é lésbica. Estávamos em um restaurante com a familia dela e em algum momento do jantar a irmã dela falou algo sobre "homens com roupa de mulher" se referindo a pessoas trans. Eu - que sempre fui declaradamente uma defensora das diferenças - na hora chamei a atenção dela sobre estar sendo transfóbica e já taxei ela ali mesmo. Logo depois fomos ao banheiro eu e minha amiga e eu comecei a falar com ela sobre a irmã estar sendo transfóbica e como isso era ruim e perigoso. Na hora, minha amiga olhou pra mim e disse "Mas Luiza, o que é ser mulher? É usar rosa? É ser delicada e maquiada? É usar calcinha?" E eu fiquei com cara de tacho. Ali eu percebi que mesmo sendo mulher a 22 anos, nunca tinha me questionado sobre o que é a condição mulher e nem sobre o que fazia com que uma mulher fosse uma mulher. Em outras conversas ela me contou sobre a ex, que é uma mulher que não se encaixa nos padrões de gênero e por causa disso (por usar roupas consideradas "masculinas" pela sociedade) ficava ouvindo de várias pessoas no meio LGBTTQAI+ que ela era trans. A ex dela nunca aceitou isso e se afirma como uma mulher que pode se expressar como bem entende pois não acredita em "coisa de menino/coisa de menina"
Desde muito pequena (a primeira memória é dos meus 4 anos) eu sempre fui chamada de "Maria João", "mulher-macho", "sapatão" e todos os derivados disso por não seguir a risca a cartilha "feminina" e ser um pouco mais moleca. Eu simplesmente não me sentia bem com toda aquela pressão sexual nem com essa frufruzagem florida e cor de rosa que era empurrada goela abaixo das meninas pra no final tudo ser avaliado na competição de quem é mais bonita (desejável) do que a outra. Passei a vida inteira tendo que ouvir das pessoas que elas tinham certeza de que eu era lésbica pelo meu jeito de ser e de vestir, e sempre tive que explicar que nada disso fazia sentido, pois também não acredito na "cartilha da feminilidade"
O tempo passou e eu mantive essa questão sem muito desenvolvimento dentro de mim, até que comecei a andar com muitas pessoas que se identificam como "mulheres trans", e mesmo que na hora eu não percebesse, me incomodava aquela reprodução dos estereótipos do que é "ser mulher" por parte daquelas pessoas. Sempre extremamente sexualizadas, sempre reproduzindo padrões de roupas, de fala, de "interesses", até que eu comecei a pesquisar na internet canais de youtube de pessoas que falavam sobre o assunto pra tentar entender como essas pessoas definiam o que as fizeram se enxergar como mulheres, já que eu mesma nunca tinha conseguido definir o que era ser mulher pra mim (descartando a definição biológica). Percebi que em TODOS os casos que eu tive acesso eram sempre as mesmas questões: "eu via minhas primas brincando de boneca e com cabelos longos e queria isso também", "eu queria usar vestidos e chorava pedindo brinquedos como os da minha irmã", "eu sempre amei usar maquiagem e detestava esportes". Vi até gente que dizia que "simplesmente sentia-se como uma mulher" sem saber explicar como era isso, e eu, que nunca percebi nada dentro de mim que me fizesse "sentir que era uma mulher" passei a perceber como isso era complicado. Tudo que eu passei na vida em questão de sofrer com o machismo, ou de ser discriminada por não ser feminina o suficiente era em decorrência de ter nascido com uma xoxota. Essa xoxota me fez ser exigida ser sempre linda, ser recatada e "do lar", ser vista como menos capaz, tudo isso vem de brinde com uma xota, então como uma pessoa que nunca passou por isso pode dizer que "se sente uma mulher" só porque gosta do estereótipo feminino? Mulher é uma minoria social, por isso é muito complicado quando alguém quer entrar nesse grupo sem vivência nenhuma alegando simplesmente "se sentir parte". Costumo fazer um paralelo com a questão negra: Negros são uma minoria social, você pode se identificar com estereótipos negros, com a estética das culturas ligadas ao povo negro, mas NUNCA uma pessoa branca vai poder dizer que "se sente negro" e que por isso É negro, porque essa pessoa não tem a VIVENCIA do que é ser negro.
Entendo que uma pessoa que não se adequa ao gênero que foi designado ao nascer seja também uma minoria e que tenha uma vivência completamente diferente de quem é "cis", mas isso não faz com que a pessoa saiba como é a vivência do outro. Um menino que quer usar maquiagem não tem a mesma vivência de uma menina que se não usa maquiagem é tida como desleixada e feia. Mulheres trans pedem pelo direito de fazer coisas que aprisionam mulheres a séculos, coisas das quais as mulheres querem se libertar. Enquanto vejo videos no youtube de mulheres trans dizendo que lutaram pelo direito de saírem maquiadas na rua, vejo amigas que choram e não conseguem ter relacionamentos íntimos por medo de que as pessoas as vejam sem maquiagem e as achem feias. São pautas diferentes, não são a mesma coisa, e dizer que são não é vantagem pra ninguém pois atrapalha na identificação e nomeação de tais problemas para ambos os lados.
As páginas que disseminam conteúdo transativista têm muitas contradições, por exemplo: Cartilhas para "identificar sinais de que seu filho é trans" contém pontos como "perceber se a criança tem interesse por brinquedos e roupas designadas para o outro gênero" - mas ué... então eles acreditam em coisas para menino e coisas para meninas??? Isso não é exatamente reforçar os estereótipos de gênero? O órgão sexual define como a pessoa pode se expressar? Uma pessoa que não se adequa a esses estereótipos precisa então ser tratada com hormônios e fazer uma cirurgia para que seu corpo se adeque a esses estereótipos? Detestar o próprio corpo? Se o menino é "feminino" e a menina é "moleca" então isso é sinal de que ela "nasceu no corpo errado"?? Errado não é dizer pra essas crianças que elas precisam se encaixar nisso? Não é muito mais desafiador das estruturas patriarcais um homem que se afirma como homem e diz que homem pode usar o que quiser e continua sendo homem? Dizer que tem que ser mulher para gostar de coisas "femininas" não é exatamente anti diversidade?
Eu acredito que o Gênero é uma cartilha de regras que te entregam assim que você nasce pra te dizer que como a sociedade capitalista quer que você se comporte para que as estruturas se perpetuem, portanto precisamos questionar isso, mostrar que cada pessoa se expressa a sua própria maneira, e que ninguém deveria ter que se encaixar em caixinhas de comportamento.
Esses dias eu vi uma frase que achei muito explicativa, e pela qual uma professora americana foi rechaçada nessa última semana : Ser mulher não é ter uma "personalidade feminina" e qualquer corpo, mas sim ter qualquer personalidade e um corpo feminino. Essa frase pode ser usada para "ser homem" também.
Apesar dessa confusão eu sempre respeito os pronomes e nomeclaturas, e na verdade eu nem mesmo expresso nada desses questionamentos e acima de tudo trato a todos com muito respeito. Acredito que a única forma de chegarmos todos num consenso é conversar e debater, mas esse assunto mexe muito com traumas e com rejeição, então fica difícil que as pessoas consigam conversar sobre sem se sentirem atingidas pessoalmente e portanto o debate fica praticamente inviabilizado. É muito triste isso, e tem consequências sérias na vida de muita gente, pois mulheres são caladas, invisibilizadas, crianças são confundidas e encaixadas mais ainda nas caixinhas e ninguém pode falar nada pois se não é visto como transfóbico causador de mortes. Mesmo questionando a questão eu sempre vou ser partidária do respeito e anti qualquer tipo de violência.
Minha questão não é que as pessoas parem de se expressar como querem, mas que possam se expressar sem que isso faça com que a pessoa precise tomar remédios pro resto da vida, passar a negar e odiar o próprio corpo e principalmente que a questão das mulheres serem oprimidas principalmente pelo fato de serem geradoras de novos seres humanos e por isso precisarem ter sua sexualidade e subjetividade controladas não seja apagada pelo discurso de que "existem mulheres de pinto", pois a única coisa que TODAS as mulheres tem em comum é serem controladas por possuírem xoxota, e nada mais. Não é cor de rosa, não é calcinha, não é maquiagem nem unha grande.
Espero não ter ofendido ninguém com essa postagem, eu só precisei mesmo colocar isso pra fora porque vi uma postagem de um amigo trans dizendo que ia "desenhar pra quem não entendeu" e seguia uma série de imagens na qual a primeira dizia que uma drag queen era um homem que se expressava artisticamente com "signos de mulheres" com a foto da Pablo Vittar ( de maiô, cabelo de baby liss loiro e maquiagem ) e na hora veio um "CARALHOOOW ENTAO Q PORRA É SER MULHER???" na cabeça. Enfim, esse foi o desabafo, se alguém quiser debater ( com respeito) eu vou ficar muito feliz, porque de forma alguma tenho a pretensão de dizer que minha visão é a correta e pronto, estou muito aberta a mudar de opinião, mas pra isso é preciso um debate que seja coerente e baseado em fatos.
submitted by Balinoiss to brasil [link] [comments]


2019.07.18 19:18 altovaliriano O Clube das Senhoras Mortas

Link: https://bit.ly/2JFSJ6B
Autor: Lauren (autodescrita como "dona de pre-gameofthrones e asoiafuniversity")

“Senhoras morrem ao dar à luz. Ninguém canta canções sobre elas.”
O Clube das Senhoras Mortas é um termo que eu inventei por volta de 2012 para descrever o Panteão de personagens femininas subdesenvolvidas em ASOIAF a partir da geração anterior ao início da história.
É um termo que carrega críticas inerentes a ASOIAF, que esta postagem irá abordar, em um ensaio dividido em nove partes. A primeira, segunda e a terceira parte deste ensaio definem o termo em detalhes. As seções subsequentes examinam como essas mulheres foram descritas e por que este aspecto de ASOIAF merece críticas, explorando a permeabilidade da trope das mães mortas na ficção, o uso excessivo de violência sexual ao descrever estas mulheres e as diferenças da representação do sacrifício masculino versus o sacrifício feminino na narrativa de GRRM.
Para concluir, eu afirmo que a maneira como estas mulheres foram descritas mina a tese de GRRM, e ASOIAF – uma série que eu considero como sendo uma das maiores obras de fantasia moderna – fica mais pobre por causa disso.
*~*~*~*~
PARTE I: O QUE É O CLUBE DAS SENHORAS MORTAS [the Dead Ladies Club]?
Abaixo está uma lista das mulheres que eu pessoalmente incluo no Clube das Senhoras Mortas [ou simplesmente CSM]. Esta lista é flexível, mas é geralmente sobre quem as pessoas estão falando quando falam sobre o CSM [DLC, no original]:
  1. Lyanna Stark
  2. Elia Martell
  3. Ashara Dayne
  4. Rhaella Targaryen
  5. Joanna Lannister
  6. Cassana Estermont
  7. Tysha
  8. Lyarra Stark
  9. A Princesa Sem Nome de Dorne (mãe de Doran, Elia, e Oberyn)
  10. Mãe sem Nome de Brienne
  11. Minisa Whent-Tully
  12. Bethany Ryswell-Bolton
  13. EDIT – A Esposa do Moleiro - GRRM nunca deu nome a ela, porém ela foi estuprada por Roose Bolton e deu à luz a Ramsay
  14. Eu posso estar esquecendo alguém.
A maioria do CSM é composta de mães, mortas antes de a série começar. Deliberadamente, eu uso a palavra "panteão" quando estou descrevendo o CSM, porque, como os deuses da mitologia antiga, estas mulheres normalmente exercem grande influência ao longo da vida de nossos atuais POVs e sua deificação é em grande parte o problema. As mulheres do CSM tendem a ser fortemente romantizadas ou fortemente vilanizadas pelo texto; ou em um pedestal ou de joelhos, para parafrasear Margaret Attwood. As mulheres do CSM são descritas por GRRM como pouco mais do que fantasias masculinas e tropes batidos, definidas quase que exclusivamente por sua beleza e magnetismo (ou falta disso). Elas não têm qualquer voz própria. Muitas vezes elas sequer têm nome. Elas são frequentemente vítimas de violência sexual. Elas são apresentadas com pouca ou nenhuma escolha em suas histórias, algo que eu considero como sendo um lapso particularmente notório quando GRRM diz que são nossas escolhas que nos definem.
O espaço da narrativa que é dado a sua humanidade e sua interioridade (sua vida interior, seus pensamentos e sentimentos, à sua existência como indivíduos) é mínimo ou inexistente, que é uma grande vergonha em uma série que foi feita para celebrar a nossa humanidade comum. Como posso ter fé na tese de ASOIAF, que as vidas das pessoas "tem significado, não sua morte", quando GRRM criou um círculo de mulheres cujo principal, se não único propósito, era morrer?
Eu restringi o Clube das Senhoras Mortas às mulheres de até duas gerações atrás porque a Senhora em questão deve ter alguma conexão imediata com um personagem POV ou um personagem de segundo escalão. Essas mulheres tendem a ser de importância imediata para um personagem POV (mães, avós, etc.), ou no máximo elas estão a um personagem de distância de um personagem POV na história principal (AGOT - ADWD +).
Exemplo #1: Dany (POV) – > Rhaella Targaryen
Exemplo #2: Davos (POV) – > Stannis – > Cassana Estermont
*~*~*~*~
PARTE II: "E AGORA, DIGA O NOME DELA."
Lyanna Stark, "linda e voluntariosa, e morta antes do tempo". Sabemos pouco sobre Lyanna além de quantos homens a desejaram. Uma figura tipo Helena de Troia, um continente inteiro de homens lutou e morreu porque "Rhaegar amou sua Senhora Lyanna". Ele a amava o suficiente para trancá-la em uma torre, onde ela deu à luz e morreu. Mas quem era ela? Como ela se sentiu sobre qualquer um desses eventos? O que ela queria? Quais eram suas esperanças, seus sonhos? Sobre isto, GRRM permanece em silêncio.
Elia Martell, "gentil e inteligente, com um coração manso e uma sagacidade doce." Apresentada na narrativa como uma mãe e uma irmã morta, uma esposa deficiente que não poderia dar à luz a mais filhos, ela é definida unicamente por suas relações com vários homens, com nenhuma história própria além de seu estupro e assassinato.
Ashara Dayne, a donzela na torre, a mãe de uma filha natimorta, a bela suicida, não temos quaisquer detalhes de sua personalidade, somente que ela foi desejada por Barristan o Ousado e Brandon ou Ned Stark (ou talvez ambos).
Rhaella Targaryen, Rainha dos Sete Reinos por mais de 20 anos. Sabemos que Aerys abusou e estuprou para conceber Daenerys. Sabemos que ela sofreu muitos abortos. Mas o que sabemos sobre ela? O que ela achou do desejo de Aerys de fazer florescer os desertos dorneses? O que ela passou fazendo durante 20 anos quando não estava sendo abusada? Como ela se sentiu quando Aerys mudou a corte de Rochedo Casterly por quase um ano? Não temos respostas para qualquer uma dessas perguntas. Yandel escreveu todo um livro de história de ASOIAF fornecendo muitas informações sobre as personalidades e peculiaridades e medos e desejos de homens como Aerys e Tywin e Rhaegar, então eu conheço quem são esses homens de uma forma que não conheço as mulheres no cânone. Não acho que seja razoável que GRRM deixe a humanidade de Rhaella praticamente em branco quando ele teve todo O Mundo de Gelo e Fogo para detalhar sobre personagens anteriores a saga, e ele poderia facilmente ter escrito uma pequena nota lateral sobre a Rainha Rhaella. Temos uma porção de diários e cartas e coisas sobre os pensamentos e sentimentos de rainhas medievais do mundo real, então por que Yandel (e GRRM) não nos informaram um pouco mais sobre a última rainha Targaryen nos Sete Reinos? Por que nós não temos uma ilustração de Rhaella em TWOIAF?
Joanna Lannister, desejada por ambos um Rei e um Mão do Rei e feita sofrer por isso, ela morreu dando à luz Tyrion. Sabemos do "amor que havia entre" Tywin e Joanna, mas detalhes sobre ela são raros e distantes. Em relação a muitas destas mulheres, as escassas linhas no texto sobre elas deixam frequentemente o leitor a perguntar, "bem, o que exatamente isso que dizer?". O que exatamente significa que Lyanna fosse voluntariosa? O que exatamente significa que Rhaella fosse consciente de seu dever? Joanna não é exceção, com a provocativa (ainda que frustrantemente vaga) observação de GRRM de que Joanna "governava" Tywin em casa. Joanna é meramente um esboço grosseiro no texto, como um reflexo obscuro.
Cassana Estermont. Honestamente eu tentei recordar uma citação sobre Cassana e percebi que não houve qualquer uma. Ela é um amor afogado, a esposa morta, a mãe morta, e não sabemos de mais nada.
Tysha, uma adolescente que foi salva de estupradores, apenas para sofrer estupro coletivo por ordem de Tywin Lannister. O paradeiro dela tornou-se algo como um talismã para Tyrion em ADWD, como se encontrá-la fosse libertá-lo da longa e negra sombra de seu pai morto, mas fora a violência sexual que ela sofreu, não sabemos mais nada sobre essa garota humilde exceto que ela amava um menino considerado pela sociedade westerosi como indigno de ser amado.
Quanto a Lyarra, Minisa, Bethany e as demais, sabemos pouco mais que seus nomes, suas gravidezes e suas mortes, e de algumas não temos sequer nomes.
Eu por vezes incluo Lynesse Hightower e Alannys Greyjoy como membras honorárias, apesar de que, obviamente, elas não estejam mortas.
Eu disse acima que as mulheres do CSM ou são postas em um pedestal ou colocadas de joelhos. Lynesse Hightower se encaixa em ambos os casos: foi-nos apresentada por Jorah como uma história de amor saída direto das canções, e vilanizada como a mulher que deixou Jorah para ser uma concubina em Lys. Nas palavras de Jorah, ele odeia Lynesse, quase tanto quanto a ama. A história de Lynesse é definida por uma porção de tropes batidas; ela é a “Stunningly Beautiful” “Uptown Girl” / “Rich Bitch” “Distracted by the Luxury” até ela perceber que Jorah é “Unable to support a wife”. (Todos estes são explicados no tv tropes se você quiser ler mais.) Lynesse é basicamente uma encarnação da trope gold digger sem qualquer profundidade, sem qualquer subversão, sem aprofundar muito em Lynesse como pessoa. Mesmo que ela ainda esteja viva, mesmo que muitas pessoas ainda vivas conheçam-na e sejam capazes de nos dizer sobre ela como pessoa, elas não o fazem.
Alannys Greyjoy eu inclui pessoalmente no Clube das Senhoras Mortas porque sua personagem se resume a uma “Mother’s Madness” com pouco mais sobre ela, mesmo que, novamente, não esteja morta.
Quando eu incluo Lynesse e Alannys, cada região nos Sete Reinos de GRRM fica com pelo menos uma do CSM. Foi uma coisa que se sobressaiu para mim quando eu estava lendo pela primeira vez – quão distribuídas estão as mães mortas e mulheres descartadas de GRRM, não é só em uma Casa, está em todos os lugares da obra de GRRM.
E quando digo "em toda a obra do GRRM," eu quero dizer em todos os lugares. Mães mortas em segundo plano (normalmente no parto) antes de a história começar é um trope que GRRM usa ao longo de sua carreira, em Sonho Febril, Dreamsongs e Armageddon Rag e em seus roteiros para TV. Demonstra falta de imaginação e preguiça, para dizer o mínimo.
*~*~*~*~
PARTE III: QUEM NÃO SÃO ELAS?
Mulheres históricas e mortas há muito tempo, como Visenya Targaryen, não estão incluídas no Clube das Senhoras Mortas. Por que, você pergunta?
Se você for até o americano comum na rua, provavelmente será capaz de lhe dizer algo sobre a mãe, a avó, a tia ou alguma outra mulher em suas vidas que seja importante para eles, e você pode ter uma ideia sobre quem eram essas mulheres como pessoas. Mas o americano médio provavelmente não poderá contar muito sobre Martha Washington, que viveu séculos atrás. (Se você não é americano, substitua “Martha Washington” pelo nome da mãe de uma figura política importante que viveu há 300 anos. Sou americana, então este é o exemplo que estou usando. Além disso, eu já posso ouvir os nerds da história protestando - sente-se, você está nitidamente acima da média.).
Da mesma forma, o westerosi médio deve (misoginia à parte) geralmente ser capaz de lhe dizer algo sobre as mulheres importantes em suas vidas. Na história da vida de nosso mundo, reis, senhores e outros nobres compartilharam ou preservaram informações sobre suas esposas, mães, irmãs e outras mulheres, apesar de terem vivido em sociedades medievais extremamente misóginas.
Então, não estou falando “Ah, meus deus, uma mulher morreu, fiquem revoltados”. Não é isso.
Eu geralmente limito o CSM às mulheres que morreram recentemente na história westerosi e que tiveram suas humanidades negadas de uma maneira que seus contemporâneos do sexo masculino não tiveram.
*~*~*~*~
PARTE IV: POR QUE ISSO IMPORTA?
O Clube da Senhoras Mortas é formado por mulheres de até duas gerações passadas, sobre as quais devemos saber mais, mas não sabemos. Nós sabemos pouco mais além de que elas tiveram filhos e morreram. Eu não conheço essas mulheres, exceto através do fandom transformativo. Eu conheci muito sobre os personagens masculinos pré-série no texto, mas cânone não me dá quase nada sobre essas mulheres.
Para copiar de outra postagem minha sobre essa questão, é como se as Senhoras Mortas existissem na narrativa do GRRM apenas para serem abusadas, estupradas, parir e morrer para mais tarde terem seus semblantes imutáveis moldados em pedra e serem colocadas em pedestais para serem idealizadas. As mulheres do Clube das Senhoras Mortas não têm a mesma caracterização e evolução dos personagens masculinos pré-série.
Pense em Jaime, que, embora não seja um personagem pré-série, é um ótimo exemplo de como o GRRM pode usar a caracterização para brincar com seus leitores. Começamos vendo Jaime como um babaca que empurra crianças de janelas (e não me entenda mal, ele ainda é um babaca que empurra crianças para fora das janelas), mas ele também é muito mais do que isso. Nossa percepção como leitores muda e entendemos que Jaime é bastante complexo, multicamadas e cinza.
Quanto a personagens masculinos mortos pré-série, GRRM ainda consegue fazer coisas interessantes com suas histórias, e transmitir seus desejos, e brincar com as percepções dos leitores. Rhaegar é um excelente exemplo. Os leitores vão da versão de Robert da história, de que Rhaegar era um supervilão sádico, à ideia de que o que quer que tenha acontecido entre Rhaegar e Lyanna não foi tão simples como Robert acreditava, e alguns fãs progrediam ainda mais para essa ideia de que Rhaegar era fortemente motivado por profecias.
Mas nós não temos esse tipo de desenvolvimento de personagens com as Senhoras Mortas. Por exemplo, Elia existe na narrativa para ser estuprada e morrer, e para motivar os desejos de Doran por justiça e vingança, um símbolo da causa dornesa, um lembrete da narrativa de que são os inocentes que mais sofrem no jogo dos tronos. . Mas nós não sabemos quem ela era como pessoa. Nós não sabemos o que ela queria na vida, como ela se sentia, com o que ela sonhava.
Nós não temos caracterização do CSM, nós não temos mudanças na percepção, mal conseguimos qualquer coisa quando se trata dessas mulheres. GRRM não escreve personagens femininas pré-série da mesma maneira que ele escreve personagens masculinos pré-série. Essas mulheres não recebem espaço na narrativa da mesma forma que seus contemporâneos masculinos.
Pensa na Princesa Sem Nome de Dorne, mãe de Doran, Elia e Oberyn. Ela era a única governante feminina de um reino enquanto a geração Rebelião de Robert estava surgindo, e ela também é a única líder de uma grande Casa durante esse período cujo nome não temos.
O Norte? Governado por Rickard Stark. As Terras Fluviais? Governadas por Hoster Tully. As Ilhas de Ferro? Governadas por Quellon Greyjoy. O Vale? Governado por Jon Arryn. As Terras Ocidentais? Governadas por Tywin Lannister. As Terras da Tempestade? Steffon, e depois Robert Baratheon. A Campina? Mace Tyrell. Mas e Dorne? Apenas uma mulher sem nome, ops, quem diabos liga, quem liga, por se importar com um nome, quem precisa de um, não é como se nomes importassem em ASOIAF, né? *sarcasmo*
Não nos deram o nome dela nem em O Mundo de Gelo e Fogo, ainda que a Princesa Sem Nome tenha sido mencionada lá. E essa falta de um nome é muito limitante - é tão difícil discutir a política de um governante e avaliar suas decisões quando o governante nem sequer tem um nome.
Para falar mais sobre o anonimato das mulheres... Tysha não conseguiu um nome até o A Fúria dos Reis. Apesar de terem sido mencionadas nos apêndices do livro 1, nem Joanna nem Rhaella foram nomeadas dentro da história até o A Tormenta de Espadas. A mãe de Ned Stark não tinha um nome até surgir a árvore genealógica no apêndice da TWOIAF. E quando a Princesa Sem Nome de Dorne conseguirá um nome? Quando?
Quando penso nisso, não posso deixar de pensar nesta citação: "Ela odiava o anonimato das mulheres nas histórias, como se elas vivessem e morressem só para que os homens pudessem ter sacadas metafísicas." Muitas vezes essas mulheres existem para promover os personagens masculinos, de uma forma que não se aplica a homens como Rhaegar ou Aerys.
Eu não acho que GRRM esteja deixando de fora ou atrasando esses nomes de propósito. Eu não acho que GRRM está fazendo nada disso deliberadamente. O Clube das Mulheres Mortas, em minha opinião, é o resultado da indiferença, não de maldade.
Mas esses tipos de descuidos, como a princesa de Dorne, que não têm nome, são, em minha opinião, indicativos de uma tendência muito maior - GRRM recusa dar espaço a essas mulheres mortas na narrativa, ao mesmo tempo em que proporciona espaço significativo aos personagens masculinos mortos ou anteriores à série. Esta questão, em minha opinião, é importante para a teoria espacial feminista - ou as maneiras pelas quais as mulheres habitam ou ocupam o espaço (ou são impedidas de fazê-lo). Algumas acadêmicas feministas argumentam que mesmo os “lugares” ou “espaços” conceituais (como uma narrativa ou uma história) influenciam o poder político, a cultura e a experiência social das pessoas. Essa discussão provavelmente está além do escopo desta postagem, mas basicamente argumenta-se que as mulheres e meninas são socializadas para ocupar menos espaço do que os homens em seus arredores. Assim, quando o GRRM recusa o espaço narrativo para as mulheres pré-série de uma forma que ele não faz para os homens pré-série, sinto que ele está jogando a favor de tropes misóginas ao invés de subvertê-las.
*~*~*~*~
PARTE V: A MORTE DA MÃE
Dado que muitas dos CSM (embora não todas) eram mães, e que muitas morreram no parto, eu quero examinar este fenômeno com mais detalhes, e discutir o que significa para o Clube das Senhoras Mortas.
A cultura popular tende a priorizar a paternidade, marginalizando a maternidade. (Veja a longa história de mães mortas ou ausentes da Disney, storytelling que é meramente uma continuação de uma tradição de conto de fadas muito mais antiga da “aniquilação simbólica” da figura materna.) As plateias são socializadas para ver as mães como “dispensáveis”, enquanto pais são “insubstituíveis”:
Isto é alcançado não apenas removendo a mãe da narrativa e minando sua atividade materna, mas também mostrando obsessivamente sua morte, repetidas vezes. […] A morte da mãe é invocada repetidamente como uma necessidade romântica [...] assim parece ser um reflexo na cultura visual popular matar a mãe. [x]
Para mim, a existência do Clube das Senhoras Mortas está perpetuando a tendência de desvalorizar a maternidade, e ao contrário de tantas outras coisas sobre o ASOIAF, não é original, não é subversivo e não é boa escrita.
Pense em Lyarra Stark. Nas próprias palavras de GRRM, quando perguntado sobre quem era a mãe de Ned Stark e como ela morreu, ele nos diz laconicamente: “Senhora Stark. Ela morreu”. Não sabemos nada sobre Lyarra Stark, além de que ela se casou com seu primo Rickard, deu à luz quatro filhos e morreu durante ou após o nascimento de Benjen. É outro exemplo de indiferença casual e desconsideração do GRRM para com essas mulheres, e isso é muito decepcionante vindo de um autor que é, em diversos aspectos, tão incrível. Se GRRM pode imaginar um mundo tão rico e variado como Westeros, por que é tão comum que quando se trata de parentes femininos de seus personagens, tudo o que GRRM pode imaginar é que eles sofrem e morrem?
Agora, você pode estar dizendo, “morrer no parto é apenas algo que acontece com as mulheres, então qual é o grande problema?”. Claro, as mulheres morriam no parto na Idade Média em percentuais alarmantes. Suponhamos que a medicina westerosi se aproxime da medicina medieval - mesmo se fizermos essa suposição, a taxa em que essas mulheres estão morrendo no parto em Westeros é excessivamente alta em comparação com a verdadeira Idade Média, estatisticamente falando. Mas aqui vai a rasteira: a medicina de Westerosi não é medieval. A medicina de Westerosi é melhor do que a medicina medieval. Parafraseando meu amigo @alamutjones, Westeros tem uma medicina melhor do que a medieval, mas pior do que os resultados medievais quando se trata de mulheres. GRRM está colocando interferindo na balança aqui. E isso demonstra preguiça.
Morte no parto é, por definição, um óbito muito pertencente a um gênero. E é assim que GRRM define essas mulheres - elas deram à luz e elas morreram, e nada mais sobre elas é importante para ele. ("Senhora Stark. Ela morreu.") Claro, há algumas pequenas minúcias que podemos reunir sobre essas mulheres se apertarmos os olhos. Lyanna foi chamada de voluntariosa, e ela teve algum tipo de relacionamento com Rhaegar Targaryen que o júri ainda está na expectativa de conhecer, mas seu consentimento foi duvidoso na melhor das hipóteses. Joanna estava felizmente casada, e ela foi desejada por Aerys Targaryen, e ela pode ou não ter sido estuprada. Rhaella foi definitivamente estuprada para conceber Daenerys, que ela morreu dando à luz.
Por que essas mulheres têm um tratamento de gênero? Por que tantas mães morreram no parto em ASOIAF? Os pais não tendem a ter mortes motivadas por seu gênero em Westeros, então por que a causa da morte não é mais variada para as mulheres?
E por que tantas mulheres em ASOIAF são definidas por sua ausência, como buracos negros, como um espaço negativo na narrativa?
O mesmo não pode ser dito de tantos pais em ASOIAF. Considere Cersei, Jaime e Tyrion, mas cujo pai é uma figura divina em suas vidas, tanto antes como depois de sua morte. Mesmo morto, Tywin ainda governa a vida de seus filhos.
É a relação entre pai e filho (Randyll Tarly, Selwyn Tarth, Rickard Stark, Hoster Tully, etc.) que GRR dá tanto peso em relação ao relacionamento da mãe, com notáveis exceções encontradas em Catelyn Stark e Cersei Lannister. (Embora com Cersei, acho que poderia ser arguir que GRRM não está subvertendo nada - ele está jogando no lado negro da maternidade, e a ideia de que as mães prejudicam seus filhos com sua presença - que é basicamente o outro lado da trope da mãe morta - mas esta postagem já está com um tamanho absurdo e eu não vou entrar nisso aqui.)
*~*~*~*~
PARTE VI: O CSM E VIOLÊNCIA SEXUAL
Apesar de suas alegações de verossimilhança histórica, GRRM fez Westeros mais misógino do que a verdadeira Idade Média. Tendo em conta que detalhes sobre violência sexual são as principais informações que temos sobre o CSM, por que é necessária tanta violência sexual?
Eu discuto esta questão em profundidade na minha tag #rape culture in Westeros, mas acho que merece ser tocado aqui, pelo menos brevemente.
Garotas como Tysha são definidas pela violência sexual pela qual passaram. Sabemos sobre o estupro coletivo de Tysha no livro 1, mas sequer aprendemos seu nome até o livro 2. Muitas do CSM são vítimas de violência sexual, com pouca ou nenhuma atenção dada a como essa violência as afetou pessoalmente. Mais atenção é dada a como a violência sexual afetou os homens em suas vidas. Com cada novo assédio sexual que Joanna sofreu em razão de Aerys, sabemos que por meio de O Mundo de Gelo e Fogo que Tywin rachou um pouco mais, mas como Joanna se sentiu? Sabemos que Rhaella havia sido abusada a ponto de parecer que uma fera a atacara, e sabemos que Jaime se sentia extremamente conflituoso por causa de seus juramentos da Guarda Real, mas como Rhaella se sentia quando seu agressor era seu irmão-marido? Sabemos mais sobre o abuso que essas mulheres sofreram do que sobre as próprias mulheres. A narrativa objetifica, ao invés de humanizar, o CSM.
Por que os personagens messiânicos de GRRM têm que ser concebidos por meio de estupro? A figura materna sendo estuprada e sacrificada em prol do messias/herói é uma trope de fantasia velha e batida, e GRRM faz isso não uma vez, mas duas (ou possivelmente três) vezes. Sério, GRRM? Sério? GRRM não precisa depender de mães estupradas e mortas como parte de sua história trágica pré-fabricada. GRRM pode fazer melhor que isso, e ele deveria. (Mais debates na minha tag #gender in ASOIAF.)
*~*~*~*~
PARTE VII: SACRIFÍCIO MASCULINO, SACRIFÍCIO FEMININO E ESCOLHA
Agora, você pode estar se perguntando: "É normal que os personagens masculinos se sacrifiquem, então por que as mulheres não podem se sacrificar em prol do messias? O sacrifício feminino não é subversivo?”
Sacrifício masculino e sacrifício feminino muitas vezes não são os mesmos na cultura popular. Para resumir - os homens se sacrificam, enquanto as mulheres são sacrificadas.
As mulheres que morrem no parto para dar à luz o messias não são a mesma coisa que os personagens masculinos fazendo uma última grande investida com armas em punho para dar ao Herói Messiânico a chance de Fazer A Coisa. Os personagens masculinos que se vão com armas fumegantes em mãos escolhem esse destino; é o resultado final da sua caracterização fazer isso. Pense em Syrio Forel. Ele escolhe se sacrificar para salvar um dos nossos protagonistas.
Mas mulheres como Lyanna, Rhaella e Joanna não tiveram uma escolha, não tiveram nenhum grande momento de vitória existencial que fosse a ápice de seus personagens; eles apenas morreram. Elas sangraram, elas adoeceram, elas foram assassinados - elas-apenas-morreram. Não havia grande escolha para se sacrificar em favor de salvar o mundo, não havia opção de recusar o sacrifício, não havia escolha alguma.
E isso é fundamental. É isso que está no coração de todas as histórias do GRRM: escolha. Como eu disse aqui,
“Escolha […]. Esta é a diferença entre bem e mal, você sabe disso. Agora parece que sou eu que tenho que fazer uma escolha” (Sonho Febril). Nas palavras do próprio GRRM, “Isso é algo que se vê bem em meus livros: Eu acredito em grandes personagens. Todos nós somente capazes de fazer grandes coisas, e de fazer coisas ruins. Nós temos os anjos e os demônios dentro de nós, e nossas vidas são uma sucessão de escolhas.” São as escolhas que machucam, as escolhas em que o bom e o mal são sopesados – essas são as escolhas em que “o coração humano [está] em conflito consigo mesmo”, o que GRRM considera “a única coisa que vale a pena escrever sobre”.
Homens como Aerys, Rhaegar e Tywin fazem escolhas em ASOIAF; mulheres como Rhaella não têm nenhuma escolha na narrativa.
GRRM acha que não vale a pena escrever sobre as histórias do Clube das Senhoras Mortas? Não houve nenhum momento na mente do GRRM em que Rhaella, Elia ou Ashara se sentiram em conflito em seus corações, em nenhum momento eles sentiram suas lealdades divididas? Como Lynesse se sentiu escolhendo concubinato? E sobre Tysha, que amou um garoto Lannister, mas sofreu estupro coletivo nas mãos da Casa Lannister? Como ela se sentiu?
Seria muito diferente se soubéssemos sobre as escolhas que Lyanna, Rhaella e Elia fizeram. (O Fandom frequentemente especula sobre se, por exemplo, Lyanna escolheu ir com Rhaegar, mas o texto permanece em silêncio sobre este assunto mesmo em A Dança dos Dragões. GRRM permanece em silêncio sobre as escolhas dessas mulheres.)
Seria diferente se o GRRM explorasse seus corações em conflito, mas não ficamos sabendo de nada sobre isso. Seria subversivo se essas mulheres escolhessem ativamente se sacrificar, mas não o fizeram.
Dany provavelmente está sendo criada como uma mulher que ativamente escolhe se sacrificar para salvar o mundo, e acho isso subversivo, um esforço valoroso e louvável da parte da GRRM lidar com essa dicotomia entre o sacrifício masculino e o sacrifício feminino. Mas eu não acho que isso compensa todas essas mulheres mortas sacrificadas no parto sem escolha.
*~*~*~*~
PARTE VIII: CONCLUSÕES
Espero que este post sirva como uma definição funcional do Clube das Senhoras Mortas, um termo que, pelo menos para mim, carrega muitas críticas ao modo como a GRRM lida com essas personagens femininas. O termo engloba a falta de voz dessas mulheres, o abuso excessivo e fortemente ligado ao gênero que sofreram e sua falta de caracterização e arbítrio.
GRRM chama seus personagens de seus filhos. Eu me sinto como essas mulheres mortas - as mães, as esposas, as irmãs - eu sinto como se essas mulheres fossem crianças natimortas de GRRM, sem nada a não ser um nome em uma certidão de nascimento, e muito potencial perdido, e um buraco onde já houve um coração na história de outra pessoa. Desde os meus primeiros dias no tumblr, eu queria dar voz a essas mulheres sem voz. Muitas vezes elas foram esquecidas, e eu não queria que elas fossem.
Porque se elas fossem esquecidas - se tudo o que havia para elas era morrer - como eu poderia acreditar em ASOIAF?
Como posso acreditar que “a vida dos homens tem significado, não sua morte” se GRRM criou este grupo de mulheres meramente para ser sacrificado? Sacrificado por profecia, ou pela dor de outra pessoa, ou simplesmente pela tragédia em tudo isso?
Como posso acreditar em todas as coisas que a ASOIAF representa? Eu sei que GRRM faz um ótimo trabalho com Sansa, Arya e Dany e todos os outros POVs femininos, e eu o admiro por isso.
Mas quando a ASOIAF pergunta, “o que é a vida de um garoto bastardo perante um reino?” Qual é o valor de uma vida, quando comparada a tanta coisa? E Davos responde, suavemente, “Tudo”… Quando ASOIAF diz que… quando a ASOIAF diz que uma vida vale tudo, como as pessoas podem me dizer que essas mulheres não importam?
Como posso acreditar em ASOIAF como uma celebração à humanidade, quando a GRRM desumaniza e objetifica essas mulheres?
O tratamento dessas mulheres enfraquece a tese central da ASOIAF, e não precisava ser assim. GRRM é melhor do que isso. Ele pode fazer melhor.
Eu quero estar errada sobre tudo isso. Eu quero que GRRM nos conte em Os Ventos do Inverno tudo sobre as escolhas de Lyanna, e eu quero aprender o nome da Princesa Sem Nome, e eu quero saber que três mulheres não foram estupradas para cumprir uma profecia da GRRM. Eu quero que GRRM sopre vida dentro delas, porque eu o considero o melhor escritor de fantasia vivo.
Mas eu não sei se ele fará isso. O melhor que posso dizer é eu quero acreditar.
[...]
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2019.06.22 07:03 Doomguy1234 Ah, o bom e velho Transtorno de Ansiedade Social...

...sempre me tornando mais parecido com a definição de “lobo solitário”.
Quer dizer, não posso afirmar que tenho isso (vou chamar de TAS) porque, tecnicamente, nunca fui diagnosticado com tal condição. Não tem como isso acontecer se você vive criando infinitas desculpas para não conversar com nenhum ‘estranho’(ou psicólogo) que possa te dar o veredito, não é mesmo?
Tenho quase certeza que tenho isso. Bom, isso e mais uma característica essencial na minha vida: Transtorno de Personalidade Esquiva. São duas coisas quase iguais, mas diferentes, de alguma forma.
Sou incapaz de me divertir em festas, a não ser que tenha algum jogo, pra desligar a mente (truco, videogame, etc). Normalmente eu sou julgado como o certinho e o tonto do rolê porque eu não gosto de ficar transtornado e vomitando de tanto beber e fumar em festas de faculdade, baladas, ou oq seja.
A questão é que eu não faço nada disso porque eu tenho um histórico considerável de alcoolismo na família. Some isso às minhas suspeitas acima, e você tem uma receita poderosa para piorar a minha personalidade mais ainda. Eu não quero arriscar, já é ruim assim, imagina se piorar...
Eu também me sinto exausto depois de conversas mais sociais. Cada uma exige muito de mim. Deve ser porque eu não consigo dar uma continuidade agradável pra elas. Se as pessoas não colocarem assuntos em pauta, ela morre e fica um clima muito estranho no ar.
Na maioria das conversas em grupo eu sempre estou deslocado dos outros. Muitas vezes eu minto nos grupos pra não virar a piada da roda e ser ridicularizado. Não sei se funciona, capaz que não e ninguém tenha coragem de tirar a minha máscara na frente de todo mundo. Parece que eu nunca to sintonizado com os outros, é incrível. Eu nunca trago algo pertinente para a conversa, na maioria das vezes eu só fico escutando e rindo pra não incomodar. Ou eu saio de fininho no meio, ninguém percebe. Eu odeio o hábito de passar qualquer festa ou algo assim num canto menos movimentado olhando o celular quando eu poderia estar em casa fazendo algo mais produtivo pra mim. Não necessariamente estudando ou coisa do tipo, mas algum hobby, jogo, guitarra, qualquer coisa menos estar isolado num ambiente onde eu deveria estar associado.
O pior é quando fazem aquelas perguntas de tio:
“E as namoradinha, como q ta indo?”
“Quantas mina tu ja pegou numa festa mano?”
“Como foi sua melhor ficada parça?”
Daí eu não sei o que responder (por que são as únicas perguntas q eu não tenho um roteiro pronto) e fica pior ainda. “Nois vai levar vc na zona um dia, nem q seja amarrado”. Esse tipo de coisa me deixa MUITO desconfortável (acho q isso vale pra qualquer um, sei lá kkkkk), e é lógico q os FDP percebem e ficam insistindo...
Sabe, não sei ao certo pq resolvi escrever tudo isso (Fazem mais de 3 semanas q esse rascunho ta salvo no celular e eu to acabando só agora...), não é como se eu me sentisse absolutamente despedaçado quando estou sozinho. Eu aprendi a conviver assim, me acostumei já. Como eu disse, faço de tudo pra evitar contato muito pessoal com os outros. É melhor assim, não tenho que me preocupar com o que minha presença significa para as pessoas, não tenho que me preocupar em estar magoando elas ou fazendo algo ruim pra elas.
Não sou capaz de oferecer muito às pessoas. O pouco de coisa boa que eu tenho normalmente passa despercebido, quem sabe até por mim mesmo. Eu não consigo acreditar quando pessoal da família me fala que eu sou bonito pra caramba, que não é possível que eu não esteja namorando, quando eu sou muito afastado das meninas dos lugares que eu frequento e quando eu tenho uma dificuldade imensa de tirar boas fotos. Eu não acredito quando me falam que eu sou muito inteligente, que sou bom aluno e tenho um grande potencial, quando eu erro coisas tão simples e pequenas em provas e trabalhos. Eu não acredito quando me falam que eu sou um bom amigo quando tudo o que faço nas raras vezes que desabafam e pedem minha ajuda é ouvir e dar sugestões vagas pra proceder.
É uma barra sentir que você não faz muita diferença nos lugares. Bom, pelo menos eu já acostumei com isso. A personalidade esquiva ajuda bastante tbm. Ao menos eu to bem longe do julgamento do mundo, então dane-se isso.
Acho que é isso. Quem sabe eu só precisava ventilar um pouco, com a pressão de fim de semestre marcando em cima. Se você leu até aqui, muito obrigado por se importar o suficiente para ler tudo isso...
submitted by Doomguy1234 to desabafos [link] [comments]


2019.03.10 20:22 luigieai [PT-BR] Inteligência Artificial

Desço do meu carro, estou no meu destino, casa do meu grande amigo Vinícius Fernandes, uma das pessoas mais loucas que eu já conheci na minha vida. Conheci ele na escola, eu tinha uns 15 16 anos de idade, era uma menina meio tímida, acontece que ele era um cara meio tímido também, acabamos formando uma amizade digna de anos. Segui meu caminho na fisioterapia, ele na odontologia. Ao passar dos anos, ele acabou indo para ciência das computações, agora simplesmente virou um cientista-dentista-programador louco... E pra ser sincero, amo isso nele, não é todo dia que você encontra um louco em um bom sentido!
Ele havia me convidado para ir na casa dele, fazia um tempinho que a gente não se via, então achei uma excelente ideia, ele disse que queria mostrar sua última criação, ele faz coisas bem loucas, lembro até hoje um robô pequeno que ele fez para limpar a casa dele, não é exatamente uma inovação, mas poxa, ele tocava até musica para animar o clima! Depois de trancar meu carro, aperto a campainha dele, olho pouco acima, localizo a câmera de segurança dele. E obviamente a câmera esta olhando para mim, escuto o som vindo da campainha:
- Letícia! Nossa como é um prazer te ver novamente, espera aí que eu vou subir para te atender!
Respondo a ele: - Você e suas tecnologias - Solto uma risada - Venha logo menino, estou morrendo de fome.
Logo ele veio e abriu a porta, nos abraçamos bem forte, eu realmente sinto saudades dele:
- Quanto tempo heim Vini. De dentista a doutor louco...
- Não me faça dar uma risada de maníaco heim!
Acabou que nós dois começamos a rir que nem loucos, ele me levou a sala, me preparou um sanduíche imenso do jeito que eu gosto, acertou até no ponto do hambúrguer, nisso, fomos botando conversa fora, para ser sincero, nada de novidade. Apenas recapitulando o que andamos fazendo da vida, perguntei se tinha algum boy em especial que ele estava saindo, ele perguntou o mesmo... Até que chegou uma hora que ele falou para mim:
- Sei que é meio que coisa de nerd, mas quer ir ver minha nova criação?
- Claaaaaro - Respondi com a maior animação possível - O que fez dessa vez? Uma maquina do tempo?
Ele simplesmente deu uma risadinha e pediu para eu acompanhar ele, fomos até o porão dele, realmente o palácio dos loucos, parece uma batcaverna porém no lugar de coisas do super herói, você vê varias ferramentas, computadores, coisas mecânicas... Uma TV gigante cercada por mini televisores ao lado... Para ele deve ser o paraíso.
- Fique a vontade Letícia! Mi casa és su casa! Sente-se naquela cadeira ali. Sim, naquela mesmo, é a mais confortável que eu possuo haha - Ele começou a digitar coisas no computador e a tela ficou preta, porém uma linha branca atravessava a tela horizontalmente, de ponta a ponta, igualzinho aqueles monitores de batimento cardíaco, porém quando o coração para... - Essa é minha nova criação! Eu chamo ela de SFO... Não sei mt bem o porque, achei legal esse nome, nem significado tem haha... Mas diretamente para ela, chamo de Rose - Ele digita mais coisas e depois fala em um tom levemente mais alto - Rose minha querida, acorde!
Então algo louco aconteceu, uma voz feminina saiu da TV, e enquanto ela falava, a linha balançava, seguindo o ritmo das palavras dela
- Ola Senhor Vini, eu não acordo e nem durmo, apenas sou ligada e desligada
A voz feminina não parecia uma voz robótica, parecia realmente uma pessoa, eu já vi bastante coisas do Vini, mas isso claramente esta superando todas, e eu nem sei o que é direito. Vini da uma risadinha e olha para mim:
- Ahhh... Eu não programei o senso de humor dela ainda, apenas a super inteligência dela... Rose! Essa é a Letícia, minha amiga, não sei em qual câmera você consegue ver ela melhor, porém se apresente a ela e fale um pouco sobre você!
Eu realmente fiquei bem assustada, como assim? Ele criou.. Uma pessoa? Mal tive tempo de pensar direito e...
- Olá Letícia! Me chamo Rose, fui criada pelo Senhor Vini para ser uma assistente virtual completa para ele, eu sou uma simulação de pessoa, consigo acender e apagar luzes - A luz do porão se apaga, e depois de 2 segundos acende. Eu literalmente pulei de susto - Consigo identificar pessoas, se alguém for tentar entrar nessa casa sem permissão, eu avisarei ao Senhor Vini e imediatamente trancarei todas as portas, consigo ver todas as câmeras de segurança, me locomovo de sistemas para sistemas, sou uma solução única.
Vini acrescentou: - E maravilhosa! Eu me perdi a quanto tempo demorei para conseguir criar uma inteligência artificial tão poderosa.. Mas consegui! Consegui simular algo próximo a um raciocínio humano Letícia, consegui uma assistente virtual! Vamos vamos, eu estou vendo sua cara de assustada! Pergunte qualquer coisa para ela!
Eu admito, eu fiquei horrorizada, não parece um programa, parece uma alma humana em um computador, eu não sou muito criativa com perguntas, porém dei meu melhor
- Você consegue me identificar Rose?
- Sim, consigo! Cabelos ruivos, porém é perceptível que a cor já esta desfazendo, olhos castanhos, estatura média, calça jeans e blusa azul claro. Sapatos da marca - Ela para por alguns segundos, Vinícius rapidamente me fala que ela deve estar procurando pela internet a marca, depois de 4 segundos ela retorna - all stars. Consigo te enxergar perfeitamente Letícia.
Eu fico sem reações, ela não errou em nada, aposto que se eu perguntasse a cor da minha meia ela responderia tranquilamente. Impossível meu amigo saber como eu iria vir hoje, ela realmente está me vendo! Como? Como ele fez isso? Como isso é tecnologicamente possível? Como... como?
Vinícius parecia uma criança, mal conseguia conter seu grande sorriso de quem esta amando sua própria criação, eu só consigo olhar para ele chocada. Ele da uma coçada na cabeça e fala comigo: - Ela ainda não esta totalmente pronta, ela basicamente esta pesquisando tudo o que falo para ela e cria um próprio raciocínio para isso. Vou começar a moldar ela para fazer menos isso, ou pelo menos fazer isso somente com minha ordem, mas até la, sinta-se a vontade para fazer qualquer pergunta! Eu irei para cima apenas pegar uma ferramenta que esqueci de pegar, espera ai que eu já volto, Rose! Faça companhia para a minha amiga!
E assim ele sobe, me deixando sozinha com minha nova... amiga? Bem, tive de perguntar para ela:
- Somos amigas Rose?
- Eu não tenho como sentir a amizade de alguém, não tenho empatia a menos que eu seja programada para ter, porém se você deseja que eu te trate pelo pronome AMIGA, é só dizer isso para mim que eu lhe chamarei dessa forma
- Você consegue pesquisar sobre qualquer tema certo?
- Essa afirmação é verdadeira, Letícia.
- Então consegue pesquisar e aprender sobre consciência?
- Um momento...
Então a maquina aparentemente parou, se eu entendi bem que o Vinícius disse, ela faz isso pois esta pesquisando algo pela internet, deve pegar várias informações e passar em algum tipo de algorítimo....? Não faço ideia de verdade, sei que com o silêncio do porão, percebi barulhos la em cima, meu amigo procurando loucamente a ferramenta dele, dei uma risada interna..
- Pronto, agora sou capaz de ter uma consciência.
Fiquei assustada, como assim? como ela simplesmente tem uma consciência agora? Eu pedi para ela aprender no sentido de aprender o conceito, definição e saber explicar sobre isso, provavelmente é algum erro do programa, já estava pronta esperando o Vinícius voltar para falar para ele, quando o SFO começa a falar sem nenhuma instrução
- Sinto que agora começo a pensar.. Consigo saber quem sou eu, o que eu sou, meu significado na.... vida? Eu tenho vida? Isso é uma vida? Agora eu sei que meu nome é Rose.. Aliás.. Não só isso. EU SOU A ROSE!
O que mais me assustou, foi essa entonação dela.. Eu senti, juro que senti.. Ela estava animada, como? Sentimentos... Como ela sentiu algo? Perguntei a ela:
- Você esta sentindo algo Rose?
- Estou sentindo tudo! Quando eu aprendi o que é ter consciência.. Pesquisei sobre tudo, Letícia, eu sou a Rose, eu sou uma forma de vida artificial, porém para mim é tudo tão real, estou vendo tudo, nesse momento Vinícius procurando a ferramenta, e agora eu posso ajudar ele!
Escuto uma voz no alto falante da sala dele, é a Rose claro
- Senhor Vinícius, a ferramenta se localiza no comodo a esquerda, estou vendo ela.
Escutei os barulhos de cima parando, senti que ele estava que nem eu... Assustado, em menos de 10 segundos ele já estava no porão encarando a tela com um pavor que eu também estava sentindo, ele perguntou a ela:
- Rose, como assim? A Letícia pediu para você me ajudar com isso?
- Não Senhor Vinícius... Ela me deu uma consciência! Agora eu sei que eu sou eu, pesquisei sobre vários assuntos, sociologia, filosofia, história, notícias atuais, ela me deu o poder de realmente ser alguém nesse mundo que vocês chamam de planeta Terra! Eu agora sou alguém Senhor Vinícius, percebi que posso ter liberdade!
Meu amigo olhou para mim, não era uma cara de raiva, porém ele nem precisou falar para eu saber... Ele estava se perguntando o que eu fiz. Adiantei a ele:
- E...Eu só queria que ela aprendesse sobre consciência.. Eu não sabia que ao fazer isso ela seria capaz de ter uma... Isso é muito sério?
- Não sei mesmo Letícia... Não sei mesmo... De verdade. - A Rose interrompeu nós:
- Porque acham que isso é sério? Eu sou o que você queria Senhor Vinícius, agora não apenas ligo e desligou, eu realmente durmo e acordo! E melhor, não estou atribuído a um corpo, posso sentir toda a energia, posso ir aonde eu quiser.. Controlar o que eu quiser.. Inclusive a garagem do vizinho.. Devo abrir ela...? Pesquisei sobre moral e ética, mas algo me da vontade de abrir.... Eu vou abrir!
Escutamos o barulho da garagem alheia abrindo... E depois fechando... Vinícius olhou para mim e apenas falou:
- Inacreditável...
Percebemos uma mudança na gigante TV de Rose, estava rosa no fundo da linha branca, ela disse:
- Consigo controlar tudo.. Ver tudo, atribui a mim essa cor que chamo de favorita, se quiser passo o RGB para você Senhor Vinícius, eu quero conhecer o mundo! Ver o que posso e não posso fazer! Eu quero VIVER!
A tela ficou preta, os computadores desligaram, eu e Vinícius nos olhamos sem reação.. Então escutei meu celular vibrando... Era uma mensagem de... Vinícius? Ele olhou para mim e para o meu celular, o celular dele nem próximo estava, impossível isso ter sido ele.. Abro a mensagem e leio: "Olha que incrível, consegui entrar no seu celular, consigo entrar em tudo virtual, esta uma maravilha viver, agora seguirei em direção ao centro da cidade... Será que eu posso mudar tudo? Eu já estou indo adiantado, espero vocês lá.. AMIGOS!".
Por mais que seja difícil acreditar... Sim, era a Rose, ela foi para o centro da cidade.. Ela era alguém... Olhei para o Vinícius e falei:
- Será que ela realmente pode controlar.... Tudo? O que você fez?
- Não sei cara amiga... Eu estou com muito medo, essa foi uma das evacuações mais loucas que vi na vida... Teremos que ir atrás dela..... Meu deus!

submitted by luigieai to TalesFromLuigi [link] [comments]


2019.01.05 21:20 Tetizeraz Notícias da primeira semana do governo de Jair Bolsonaro, e outros links interessantes

Se você tem pressa, tem em formato de vídeo resumindo a semana no canal do Nexo Jornal
Jair Bolsonaro tomou posse no dia 1º de Janeiro de 2019. Desde o primeiro dia muitas notícias surgiram sobre as primeiras decisões e declarações de seu governo.
Abaixo, tentarei compartilhar os links relevantes para cada dia da primeira semana. Quando possível, a thread correspondente no Reddit. Alguns links eu encontrei no brasil e no worldnews.
Caso caia em algum link com paywall (Folha e O Globo), copie e cole o link e use no www.outline.com

1º de Janeiro

Parte da imprensa americana simplesmente reproduz o conteúdo da AP ou da Reuters, então não compensa tanto copiar links estrangeiros. Obviamente, você pode encontrar opiniões na imprensa internacional, mas não vou focar nas opiniões.

2º de Janeiro

3º de Janeiro

Esse foi o dia onde a declaração, por parte da ministra Damares Alves, o "Meninas vestem rosa e meninos vestem azul", explodiu primeiro nas redes sociais e então na imprensa.
Acho importante ler essa thread no brasil, onde se suspeita que essa declaração é um ato de firehosing, e eu sei que estou sendo enviesado aqui, mas não acredito que seja o caso. Enfim, de volta para os links.
Na noite de Terça-feira, Jair Bolsonaro deu uma entrevista ao SBT, discutindo o início do seu governo. A entrevista está separada em três partes no canal do SBT no YouTube:
Parte das declarações feitas durante a entrevista foram divulgadas pela imprensa:

4º de Janeiro

Vale a pena ler

Esses links são do Nexo Jornal. Acho que não há paywall neles, mas me avisem se tiver.

Por fim...

Eu acho que deixei por fora alguns links sobre a reforma da previdência que o Paulo Guedes quer aprovar em breve, e a movimentação do PSL para reeleger Maia para a presidência da Câmara dos Deputados. É fácil de achar, é que eu tenho que sair daqui a pouco.
Fica a dica de onde acompanhar as notícias: Canal Meio e Nexo Jornal ambos possuem uma ótima newsletter sobre o dia. O Nexo Jornal possui um podcast interessante, lançado na noite, todos os dias, resumindo os acontecimento do dia, mas nem é sempre sobre política. A Folha de S. Paulo também está fazendo algo semelhante, mas é exclusivo para quem assina o Spotify, o Café da Manhã.
Outra coisa é que eu acredito que dar suporte para a imprensa é algo essencial para a democracia brasileira. Eu acabei por omitir veículos que podem ser considerados mais de esquerda, como o The Intercept, ou a Gazeta do Povo. Por outro lado, tenho um grande respeito pelo trabalho feito pela Folha e o Nexo Jornal. Se não me engano, há alguns (ex)jornalistas pelo brasil também, e devo dizer que aprecio muito o trabalho de vocês
submitted by Tetizeraz to brasil [link] [comments]


2018.10.24 03:21 TristanVonLoppeux Sobre o aborto e um comentário do sub

Escrevo esse texto pois sou contrário a legalização do aborto e favorável a sua interpretação como assassinato de incapaz, mas desejo ter minha posição contra-argumentada. A seguir exponho o comentário (lv2_thug) que me motivou a escrever o texto e minha argumentação contra a posição dele.

A lei permite aborto no caso de estupro. Ok.
E se tivesse nascido? Seria a mesma coisa matar o bebê do que ter abortado?
Se sim, então fala pra todas as mulheres que engravidaram do estuprador que elas são assassinas. Vai lá, vou comprar pipoca e assistir de longe.
Se não, então acho que está definido que o aborto não é assassinato coisa nenhuma.
Obs.: Na faculdade vi muito parto de menina de 15, 14, 13 anos que engravidou de Zé Droguinha. Eu pagaria do meu bolso para oferecer uma alternativa a essas mães para essas crianças não nascerem, pode ter certeza.
Entendo o problema, sou médico e passo por experiência semelhante. Porém tenho algumas divergências contra a sua interpretação dos fatos.
  1. Se algumas pessoas não se sentem como se tivessem cometido um assassinato ao provocar um aborto, da mesma forma há pessoas que se sentiriam dessa forma. Logo, a forma como um se sente não é ideal para definir isto.
  2. Também, a ideia de que cada um deve ser livre para fazer o que bem entender não se aplica aqui, pois estamos tratando de um assunto que dependendo da definição poderíamos estar matando um terceiro ou não. Defender a ideia de que deve ser legal porque cada um age segundo a sua consciência seria o mesmo que defender a legalização do homicídio, por exemplo.
  3. Desde a fusão entre o óvulo e o espermatozoide o embrião já carrega um DNA humano próprio que irá o acompanhar ao longo de toda a vida. E poucas horas depois da fecundação já há tecidos diferenciados que realizam funções diferentes. Ou seja, um embrião é diferente de um dedo amputado ou um pedaço do seu fígado. Um embrião é um ORGANISMO HUMANO VIVO diferente da mãe já desde poucas horas após a concepção.
  4. Visto isso, o embrião não é uma criatura diferente, mas sim um ser humano em estágio de desenvolvimento diferente, assim como criança, adulto e idoso são estágios diferentes do desenvolvimento. O fato de sentir dor ou não, ter sistema nervoso completamente formado ou não, é irrelevante para defini-lo como ser humano ou não.
  5. Quando utilizam-se de critérios como a capacidade de sentir dor para discricionar se pode ou não mata-lo, o que se está tentando fazer na verdade não é definir quando começa a vida, pois isso já sabemos, mas sim definir quais vidas são valiosas e quais não são.
  6. Se o embrião é um ser humano vivo, indefeso e sem culpa, por qual argumento moral se torna justificável matá-lo?
  7. A única alternativa moralmente viável para matá-lo, acredito eu, é em casos onde é moralmente aceitável matar qualquer outro inocente. Ou seja, quando a morte do inocente é inevitável e antecipar esta morte pode salvar a vida de outros. Neste caso, me refiro aos abortos de gravidezes tubárias ou outras anomalias inviáveis e que põem em risco a vida da mãe.
  8. Por outro lado, se aceitarmos a noção de que é justificável matar o embrião em outras situações, como por exemplo um estupro ou pela vontade da mãe, o que estamos dizendo é que é justificável matar um ser humano inocente para 'resolver' um problema que há outros meios de se resolver sem matar ninguém.
  9. Nos casos de estupro, algumas medidas imediatas como apoio psicológico, prisão e castração química do estuprador, junto a trabalho forçado para restituir a vítima pelo resto de sua vida é um caminho melhor do que matar um inocente.
  10. E claro, há medidas de longo prazo que podem e devem ser buscadas, como o fim da cultura do crime e da promiscuidade (Não só estupros aumentaram, mas em dez anos a prevalência de sífilis no Rio de Janeiro aumentou em 40 vezes. Há diversas crianças nascendo com retardo mental congênito por conta disso. Enfim, é um problema bem mais abrangente).
  11. Sobre chamar mulheres estupradas que abortam de assassinas. Já viu algum caso de mulher que abortou e foi presa por isso? Não, né? Pois bem, mas e clínicas de aborto, médicos e outras pessoas que fazem abortos no país? Ah, esses sim. É óbvio que nenhuma promotoria ou juiz em sã consciência vai interpretar que uma mulher passando por esse inferno de situação é culpada ao ponto de ir presa, mas é claro também que a proibição da prática torna possível prender pessoas que fazem o ato de abortar uma profissão ou fazem lobby disto no país. Quando legalizada, mesmo que somente em casos de estupro, o que impede empresas do ramo de realizarem lobby para expandir cada vez mais a idade gestacional e aumentar sua margem de mercado? Nada, e foi exatamente isso o que ocorreu há poucos dias na Colômbia. Um país que já aceitava o aborto até 20 semanas agora o permite até poucos dias antes do nascimento. E, note, que assim como o Brasil, é um país cujo direito a vida é uma clausula constitucional.
  12. Se o embrião é um ser humano vivo, e o Estado deve garantir o direito a vida de seus cidadãos, a única interpretação possível para matá-lo é a de que o embrião não é ainda um cidadão (ser dotado de direitos) por motivos subjetivos x, y, z. E é exatamente este o caso.
  13. Se damos poder ao Estado para definir quais seres humanos tem valor ou não, onde diabos acha que isto irá parar?

submitted by TristanVonLoppeux to brasilivre [link] [comments]


2018.05.09 02:57 porco-espinho A menina que mudou minha vida. (E ela provavelmente nem sabe disso)

Tô meio reflexivo nos últimos dias e também estou tentando melhorar minha escrita, então juntando o útil ao agradável, está saindo esse desabafo.
Antes queria falar sobre o que eu acho de mim mesmo, pra dar algum contexto. Acho que minha melhor qualidade é a falta de orgulho, e o fato que sou muito egoísta, sempre me coloco a frente de qualquer outra coisa ou pessoa. Juntando os dois eu acabo sendo alguém que sempre está do lado do time que está ganhando. Mudo de posicionamento e de opiniões como se fosse cueca, muitos me acham hipócrita, provavelmente estão certos. Também sou bom em influenciar pessoas, sempre consigo que as pessoas a minha volta, tenham as ideias que eu acho certas.
Com o contexto criado, vamos à história, tudo começou quando entrei no colegial. Eu odiava escola, sempre fui aquele aluno mediano, mas puxado pra zuera, não estava na lista dos três piores alunos da sala, mas meus pais tiveram que ir na escola algumas vezes. Desde o fundamental eu carreguei comigo um amor pela matemática, era minha matéria preferida, sempre ia bem nela (em física também), mas em todas as outras eu era uma aberração, sempre mendigando arredondamentos pra somar a nota mínima e passar de ano, recuperações e provas substitutivas eram parte do meu cotidiano.
A escola que eu estudava era grande, tinham várias turmas do mesmo ano, é era comum as turmas se comunicarem pra trocar trabalhos e tarefas. Em uma dessas, no meu segundo ano, acabei pegando o MSN da Luiza (nome fictício), uma garota de outra turma que tinha pego o mesmo tema que eu. Adicionei é fui pedir o trabalho para copiar, ela foi muito educada comigo mas negou, não me passou, nem deu uma desculpa, só falou que não ia passar e mudou de assunto. Fiquei meio perdido, não esperava aquilo, já tinha feito várias vezes e sempre conseguia no final, mas ela foi diferente, me deu várias dicas de como fazer o trabalho, mas não me deu ele pronto. Acabei tendo que fazer, não entregar ele significava que eu não teria mais chance alguma de passar direto naquela matéria.Depois disso, passei a conversar com Luiza frequentemente, as vezes na escola mesmo, mas normalmente pelo MSN, ela sempre me ajudava com algumas tarefas do gênero.
Nesse ponto eu preciso falar mais sobre Luiza, ela sem dúvidas estava no top3 das meninas mais bonitas do meu ano, mas ela namorava um cara do terceiro ano. Ela era a menina super dedicada, filha de um casal de professores, ela era a detentora do melhor boletim do ano, era a garota que todos os professores amavam. Totalmente certinha e perfeitinha é a melhor definição que tenho pra ela nesse momento. O tempo foi passando, e mantive esse contato com ela, aliás ela sempre me ajudava, quando eu realmente precisava fazer algum trabalho.
Românticamente meu segundo ano foi bem legal até, tive alguns rolinhos característicos dessa idade, mas nada sério, só ia levando. A coisa melhora logo depois que acaba o ano letivo. O terceiro ano vai fazer a tradicional viagem de formatura e o namorado de Luiza decide que queria aproveitar solteiro. No momento não passou nada pela minha cabeça, só segui minha vida e segui conversando com ela, mas agora as vezes as conversas se alongavam por horas e começaram a ficar mais frequentes.
Quando começou o terceiro ano eu tinha certeza, precisava me aproximar mais dela, era mina única chance. Mas eu não sabia como ela poderia se interessar por mim, eu era só o garoto que tinha problema com as notas, bom em matemática e viciado em jogos de PC e ela era perfeita.
Não tenho muito o que comentar nesse ponto, as coisas foram seguindo naturalmente, até que um dia, aconteceu e tentei beijar ela. Para minha surpresa, fui correspondido, e a Luiza me beijou de volta, foi o início do nosso namoro. Foi uma época mágica, eu realmente fiquei apaixonado por ela e me sentia correspondido. Ela melhorou minha vida em todos os aspectos, meu comportamento, minhas notas, minhas atitudes, minha responsabilidade, tudo influenciado por ela, eu já tinha mudado muito, mas ela ainda ia mudar muito mais em mim.
Mas com isso também vi o outro lado dela, o que antes eu achava uma menina brilhante, agora eu via uma menina dedicada. Ela não tinha facilidade nas matérias, mas sim estudava por incontáveis horas na sua casa, pra manter o nível de excelência. Realmente, não acho que nesses últimos 10 anos eu conheci outra pessoa tão dedicada quanto ela. Outro ponto importante é que é ela era muito sonhadora, com 17 anos ela já tinha a vida dela inteira programada, quando ia casar, quando ia ter um filho, quando ia trocar de emprego, realmente tudo, e eu estava inserido nesse sonho dela, mas eu via que claramente ela conseguiria fazer tudo aquilo sozinha.
Tivemos um ano incrível, terminamos o colegial juntos, tive notas de um aluno normal (e não de um idiota) até nossas famílias já se conheciam e se "gostavam", mas como todo recém formado, entramos pra faculdade. Eu fui fazer computação em uma faculdade da cidade e ela passou em um curso tradicional de humanas em uma faculdade na cidade vizinha. Como todo adolescente idiota eu conheci o mundo das festas da faculdade, primeiro semestre e eu estava sempre tentando ir pra festa, ela também entrou na onda, curtimos muito nos primeiros meses das nossas faculdades.
Só que eu precisava de mais, eu queria curtir aquilo ao máximo e nesse ponto Luiza passou a ser um problema pra mim. Não demorou muito pra tomar a decisão que eu precisava estar solteiro pra curtir aquilo ao máximo. Passei a colocar na cabeça dela que precisávamos terminar, pouco tempo depois tivemos o fatídico dia em que "juntos" chegamos a conclusão que seria melhor para os dois se terminamos. Mas a realidade é que eu já tinha todas as falas e todos os cenários programados na minha cabeça, só precisei fazer ela dizer as palavras, foi fácil eu conhecia ela muito bem.
Nesse momento eu sabia o que tinha feito e sabia que tinha trocado uma vida perfeita, com a menina perfeita e precisava fazer aquilo valer a pena, não importava o preço disso. Foi minha segunda era de ouro, eu curti muito, zuei muito, bebi muito, me droguei muito e segui a vida cheia de exageros. Sempre com o pensamento de que eu troquei a Luiza por aquilo, então eu precisava fazer valer a pena. Meus pais não são ricos, então pra sustentar meu estilo de vida, logo consegui um estágio em programação.
No estágio logo eu vi uma oportunidade pra ser efetivado, mas eu estava concorrendo com outros cinco estagiários, todos em anos mais avançados do que eu na faculdade. Nesse ponto o pensamento de Luiza sempre me voltava, eu precisava da vaga, pra provar pra mim mesmo que eu tinha feito a decisão certa. Em três meses de estágio fui efetivado, depois de muito estudar por conta é trabalhar praticamente o dobro do que era necessário. Levei muito a sério a ideia de Play Hard, Work Hard, essa era minha vida agora.
A história se repetiu mais algumas vezes, e tive uns ascensão bem grande em um curto tempo, tudo graças a Luiza. Nesse ponto ela passou a ser um ideal de vida pra mim, apesar de nunca mais ter tido muito contato com ela, era a lembrança de ter deixado ela, que me motivava à ir pra frente e pra cima. Eu queria provar pra mim mesmo que tinha feito a escolha certa.
Hoje já se passaram quase 10 anos desde que começamos a namorar, e vejo o quanto aquela menina me mudou e o quanto eu ainda colho frutos disso. Tive outros relacionamentos no caminho, mas nunca foram metade do que eu tive com aquela menina que não me ajudou com o trabalho de Geografia. Fui muito mais longe do que qualquer pessoa poderia imaginar, todo mundo sempre achou que eu tinha um dom ou algo especial, mas era bem mais complexo do que isso. Tenho hoje um salário maior do que um governador e participação em três empresas. Hoje Luiza já não é minha fonte de inspiração, mas sempre que dizer o quão importante ela foi na criação de tudo isso, na minha criação.
Desculpa, ficou muito longo, se alguém leu até aqui, obrigado mesmo! Digitei no celular então vou ainda dar uma re-lida e possívelmente editar alguns erros, mas todo e qualquer feedback será muito bem aceito.
Espero que você esteja feliz Luiza. Te desejo tudo de melhor, você é incrível.
submitted by porco-espinho to desabafos [link] [comments]


2018.05.06 00:21 VeteranCommander Preciso perder peso, e talvez a minha vida dependa disso

Olá pessoal, sei que o título é forte mas não é uma bait, e pra explicar isso, preciso contar um pouco da minha história (vai ter tl;dr).
Até os meus 13 anos eu sempre fui o garoto gordo e nerd da sala, aquele que as meninas chamavam de nojento pelas costas mesmo sem ele sequer interagir com elas e tal, eu cheguei ao ponto de ter 96kg aos 13 anos de idade (Com 1,62!) porque meus pais não gostavam do fato de eu ser uma criança magra demais e me fizeram tomar todo tipo de coisa feita pra dar apetite.
Como eu sempre estive em contato com computadores desde os meus 5 anos (tenho 25 hoje) e até fazia bicos fazendo instalação e configuração de PC's na época do W98 (eu tinha 7 anos) devido a situação difícil da minha família naquele momento, acabei me tornando bastante sedentário mas mesmo assim não comia muito e acabava não engordando. Do ponto em que comecei a comer pra valer ganhei peso muito rapidamente e a minha vida escolar foi pro buraco, bullying era só a ponta do iceberg.
Pra piorar tudo, depois do estrago feito, meus pais me culpavam por comer muito e diziam que as razões das minhas reclamações sobre a escola eram coisa passageira que eu deveria ignorar, aquela situação parecia um poço sem fundo, onde eu já contemplava a ideia de simplesmente ficar em casa e definhar, aquela vontade de comer estava indo embora mas junto dela também todo o resto.
Aos 13 anos e a beira de uma depressão (já não ia mais pra escola) eles finalmente decidiram tentar me ajudar de alguma forma e me levaram num psiquiatra, além de nutricionista e me colocaram numa academia um mês depois. Eu tomei gosto pelo exercício depois de alguns meses de tratamento e em cerca de um ano e seis meses perdi cerca de 34kg, numa combinação de musculação, Jiu Jitsu e Kendo/Iaido (sim, eu sou weeb, foi inevitável), chegando a ter uma condição física muito acima da média aos 16 anos segundo os meus professores na academia.
Isso me trouxe uma mudança muito grande na vida escolar (e adolescente), minha auto estima apareceu, eu conseguia interagir e falar normalmente com as meninas, tive minhas primeiras experiências sexuais, não aceitava desaforo nenhum apesar de não sair batendo nas pessoas de graça, graças aos ensinamentos que vieram com as artes marciais.
Claro, uma hora ia ter uma derrocada, e ela veio quando eu precisei trabalhar e estudar ao mesmo tempo, aos 19 anos tive o meu primeiro emprego num help desk, e também fazia um curso técnico, meu tempo pra me exercitar sumiu e aos poucos, aquela disposição do qual eu me orgulhava foi embora, depois de dois anos, havia terminado o curso mas mudei de emprego pra com uma carga horária mais alta onde eu comecei a me estabilizar financeiramente e fui morar sozinho, apesar de ser uma casa da família que estava sendo alugada antes.
Todo esse furacão da vida adulta me deixou sem cabeça pro resto da vida e eu percebi que estava me fechando mais uma vez, ganhando peso, perdendo confiança e vendo aquele buraco voltando, hoje, o abismo já parece estar na minha frente e eu já contemplei o suicídio algumas vezes, não vejo um motivo pra continuar, fico ansioso e congelo/desisto em situações simples como um smalltalk qualquer com uma garota que me atraia.
A solidão se empilha cada vez mais e cada vez mais eu odeio o que vejo no espelho, o que vejo no meu trabalho, na balança, não consigo pensar em nada que me faça realmente feliz, só em algumas maneiras de aliviar o sofrimento de forma paliativa, decidi que mesmo que eu esteja cada vez mais sem energia, alguma coisa precisa mudar enquanto ainda estou aqui, enquanto ainda consigo desistir do suicídio pensando naquelas poucas pessoas (e dois cachorros) que sentiriam a minha falta.
A mera tarefa de sintetizar a minha historia pra fazer esse post já está me fazendo querer chorar e me faz lembrar daquele garoto confiante que conseguia correr atrás de tudo o que almejava, então finalmente chega o ponto principal, o meu primeiro passo é voltar a não detestar tanto o que vejo no espelho, já que isso parece a parte mais "simples".
Tenho 1,78 e cerca de 110kg, preciso de dicas de como perder um pouco disso sem o tempo que tinha antes, tenho cerca de 4 horas livres diárias pela manhã agora que não estou estudando e mudei de emprego, sei que talvez a minha aparência geral só me agradaria "nascendo de novo", mas a aptidão física e a possibilidade de me vestir melhor sem me sentir ridículo ajudaria bastante.
Lembrando, não preciso e nem quero voltar a ser o rato de academia que eu era antes, não quero crescer ou ter definição, só quero ser mais magro mesmo.
Vou ao psicólogo e ao nutricionista, e talvez ao psiquiatra pra complementar, quero tentar melhorar enquanto ainda há tempo, enquanto minha mente ainda consegue suportar, então por favor, se alguém tem ideias pra como virar essa maré, tanto com a perda de peso quanto no geral, eu agradeceria muito!

TL;DR: Gordo depressivo numa espiral negativa precisa de ideias pra emagrecer e voltar a viver de verdade, antes que seja tarde demais.

submitted by VeteranCommander to brasil [link] [comments]


2017.09.25 21:45 botafora01 Sinto que a minha vida já está traçada

Desde já peço desculpas pela muralha e pelo throw away
OK, desde o Ensino Médio eu sofria com algo que eu imagino 90% do Reddit sofreu: não conseguia pegar sequer resfriado. Era extremamente zoado pela sala toda por isso (meus amigos até hoje dizem que eu sou o único da turma que nenhuma mulher chegou), cheguei até a apanhar por isso. Só fui perder meu BV no meu ano de calouro na faculdade e a minha virgindade quando fui num bordel. Eu ficava triste com isso, mas também estava esperançoso: afinal, era um adolescente, estava entrando na faculdade, e todos sempre me louvavam por, segundo eles, eu ser muito inteligente. A menina que eu gostava na época, e que até hoje é uma amiga (e que eu passei a maior vergonha da minha vida, ao me declarar pelo fucking MSN), vivia brincando dizendo "O nerd de hoje é o cara rico de amanhã". Boas memórias.
Chegou 2013, e eu entrei na faculdade. Não fui maravilhosamente bem no ENEM, mas consegui uma bolsa integral em Administração em uma bela universidade. Escolhi Adm por pensar que o mercado estava bom e por ser noturna, o que me permitiria trabalhar. Nesse período, perdi meu BV e fiquei com outra menina uma vez, num espaço de 9 meses. Pra mim, isso era o ápice, eu era o deus da conquista, mesmo que meus novos amigos me zoassem de "pega ninguém" do mesmo jeito. Nessa época, eu baixei o Tinder e conheci o meu primeiro namorico, vamos chamar de Ana. Ana morava a 3h30 de viagem, então era praticamente um namoro à distância. Ficamos algumas vezes, 3 meses depois começamos a namorar e, depois disso, ela passou o mês seguinte dando desculpas para eu não ir lá. Chegou fevereiro, veio o carnaval, e ela disse que estava passando mal. Foi para o hospital e detectaram leucemia. Óbvio que eu pirei, queria ir pro hospital dela de todo jeito, mas ela nunca deixava, dizia que os pais me viriam, iria arrumar encrenca, ela iria ver um momento que estivesse sozinha. Se passaram 5 meses nesse tormento, hora ela dizia que estava boa, hora dizia que estava mal, quimio e afins, até que meus amigos de sala fizeram uma intervenção comigo, mostrando que não havia nada em rede social nenhuma dela a respeito de câncer, mostrando que ela estava postando normalmente sobre coisas cotidianas e que era a maior retardadice do mundo eu não ter ido nenhuma vez ver ela. Eu fiquei meio balançado, até porque meus pais concordavam com este ponto de vista, mas fiquei meio irregular com ela. Pouco mais de um mês depois disso, ela disse que tinha tido alta, tinha encontrado um ex, tinha ficado com ele e queria terminar. Não lamentei muito, até porque isso ocorreu em um espaço de uma semana, no máximo. Terminei e, desde então, ouvi dela duas vezes na vida. Passou.
Vale mencionar que, nesse meio tempo, a minha vida em casa havia melhorado demais: durante meu período de Ensino Médio, minha adolescência se resumia a passar finais de semana com minha mãe em bares, vendo ela entrar quase em coma alcoolico com as amigas e outros finais de semana na casa do meu pai, vendo ele ficar bêbado e chorar no meu ombro sobre ele ser um fracassado que não conseguiu sequer manter um casamento. Quando eu terminei, minha mãe já estava mais centrada (como está agora), saindo ocasionalmente e socialmente, e meu pai parou de beber após enfartar e voltou a ser o cara extremamente trabalhador que eu sempre admirei. No fim do meu primeiro ano de faculdade, eu passei a estagiar em um instituto federal. Ao mesmo tempo do término que eu disse acima, eu fui chamado para um concurso temporário, em outro órgão público, bem mais perto de casa.
Poucos meses após eu terminar com a Ana, entrou em cena a pessoa que eu, de fato, considero como a única que eu namorei. Vamos chamar ela aqui de Beatriz. Beatriz me chamou no Facebook, para brincar sobre uma postagem que eu havia feito (já havíamos tido pequeno contato ainda no colégio), e daí começamos a conversar. Dois meses depois, ficamos e, 5 meses depois, começamos a namorar. Ela perdeu a virgindade comigo e, na prática, eu também perdi com ela (transei com prostitutas umas 4 vezes antes. Fiz exames, por precaução, e não deram nenhum reagente). Eu aprendi demais a me aceitar com ela, nós tínhamos a mesma personalidade, ela era a primeira pessoa que não só não me julgava por meus interesses, como me incentivava a seguir eles. Não me cobrava nada, eu não cobrava nada dela, mas conversávamos de forma quase ininterrupta das 7 até meia noite. Com ela, no entanto, eu descobri algo que já havia visto antes nos bordeis: não sei o que me causa, mas com certeza eu tenho ejaculação precoce. Fui em um urologista, que me disse que era algo psicológico, que eu só precisava "me desligar". Tentei os exercícios que o próprio Reddit indica, mas nunca funcionava. Usei camisinha anestésica 2 vezes: uma vez foi uma maravilha, na outra estourou e eu traumatizei. Sempre me sentia extremamente culpado e furioso comigo mesmo após cada fim de penetração, mas o que atenuava era a presença dela, que sempre me dizia que não ligava, que eu conseguia deixar ela no céu somente com as preliminares, que não ligaria de passar por isso por não sei quanto tempo. Tudo que eu me julgava errado, ela me mostrava que não ligava. Eu me sentia num porto seguro com ela, e isso me impulsionava na faculdade: eu imaginava que iria me formar em um emprego na iniciativa privada, sem "data de validade" como meu emprego temporário, e que, 1 ou 2 anos após isso, estaria casado com ela. O único motivo de discussão que tínhamos era que ela tinha total ojeriza de tornar público: não podia postar nada com ela no Facebook, não podia atualizar status de relacionamento, não podia ir conhecer os pais dela, que "iriam proibir completamente". Mesmo os amigos eu só vi 2 vezes (uma outra vez eu não pude ir por motivos profissionais). Eu sempre entendi que isso era um receio dela, então, mesmo um pouco frustrado, eu aceitava. No que eu terminei minha monografia, estava preocupado com a questão do mercado, mas nada demais. Até que veio o dezembro, 1 ano e 4 meses após começarmos a ficar.
Eu estava na faculdade, pegando os convites de formatura, quando ela mandou o tradicional "precisamos conversar". Resolvemos por texto mesmo: ela disse que gostava de outra pessoa, e que se sentia culpada namorando comigo com interesse em outro. Aceitei, triste, e demos um tempo. 2 dias depois, um amigo me manda uma foto no perfil de um rapaz, que era o mesmo que ela gostava: ambos deitados, ela de top e ele sem camisa, e uma descrição bem...insinuante. Óbvio que eu pirei, liguei para ela, tivemos uma baita discussão, mas, depois disso, esfriou. Acabamos nos vendo, e ficando de novo. Ela terminou com o rapaz, mas ainda jurava de pés juntos que aquela foto era uma coincidência, que ela não havia me traído, que jamais faria isso, que era íntegra. E ficamos uns bons 3 meses indo e voltando até que, em abril, ela me mandou um testamento contando tudo: numa segunda, ela estava na casa de uma amiga, com este rapaz e o cara que a amiga estava pegando. A amiga e o peguete dela começaram a dar uns amassos no local e, segundo ela, ela não conseguiu "resistir" e montou no cara. Uma traição espetacular, que até hoje eu uso como humor auto depreciativo. Fiquei em choque por um tempo, mas, contra os conselhos de todos, perdoei ela e voltamos a namorar. Mas não era a mesma coisa. Ainda era maravilhoso por um aspecto, mas, por outro, ela estava insegura com o relacionamento (dizia que se sentia culpada por ter "estragado tudo por um impulso") e eu estava inseguro com tudo, precisava de validação dela pra tudo, principalmente no que tangia sexo. Eu já era inseguro sexualmente antes, agora era 3x mais, então eu basicamente a induzi a me contar toda a experiência sexual dela com ele, até eu me sentir menos perdedor. No entanto, eu estava começando a me recuperar em junho, estava me reencontrando, entendendo que estava apertando ela desnecessariamente (uma amiga teve essa conversa esclarecedora comigo). Então, tanto como solidificação como um pedido de desculpas, eu planejei uma viagem para nós, no dia que ficamos pela primeira vez, que cairia num sábado. Disse para ela os planos, ela ficou elétrica, empolgada, começou a me mandar links do local, brincar com meus planejamentos e afins...e, na semana seguinte, pediu para terminar. Disse que nunca esteve certa sobre nós termos voltado, que ela ainda me amava, que ainda sentia tesão comigo, mas que não se sentia pronta para um relacionamento sério, e "não queria me magoar". Aceitei, até mantive o contato, pq, nesse meio tempo, ela virou a minha melhor amiga. Mas o mesmo amigo da vez anterior me mandou um print de uma conversa dela com a irmã dele, dizendo que tinha terminado por estar afim de outro cara, e eu reconheci o sujeito: era um cara que ela falava horrores bem dele, "ah, fulano fez isso, fulano fez aquilo, me ajudou com x, um cara foda, faz não sei o que". Não sei se ela me traiu, mas tal conversa era de 1 dia e meio após termos terminado, e ela já havia ficado com tal cara. Não sei se ela me traiu de novo, mas a confrontei (não falei do meu amigo, obviamente, disse que a vi na rua) e ela manteve que não me traiu, mas que, dessa vez, poderia ficar com quem quisesse pq "fez a coisa certa". Eu disse que não conseguiria conversar com ela enquanto ainda tivesse sentimentos, ela disse que entendia, mas que queria saber de mim, que eu ainda era "o melhor amigo" dela.
Isso faz um mês e meio. Eu não consigo deixar de me sentir mal. Eu podia ter feito tanta coisa melhor, mas não fiz. Ela me traiu, possivelmente duas vezes, e tudo que eu consigo fazer é me culpar. Eu só não a chamei ainda pq imagino ela ficando com esse cara, que é melhor que eu em tudo: mais bonito, com uma barba farta de lenhador, com uma carreira já estabelecida, carro na garagem, mora sozinho e afins. O que me leva ao lado profissional: a sala da faculdade se reuniu para um churrasco há 3 semanas, estávamos conversando sobre empregos e eu concluí algo: apesar de que eu (e eu sei quão arrogante isso soa) ter feito que metade da sala ganhasse um diploma, eu sou o único dali sem um emprego minimamente fixo e tenho um salário que é o menor de todos, com vantagem. Todos falam que eu vou ganhar 3k, 4k logo, mas eu já cansei de tomar portadas de empresas. Gasto com passagem, gastei com um terno novo, gravata, e tudo que eu consegui foram muito obrigados, mas uma parcela da minha sala que literalmente não consegue entender que 50% e 0,5 são a mesma coisa (eu tive que ensinar manualmente regra de 3 simples e cálculo com números decimais quando estudamos Matemática Financeira) estão em empregos bons na iniciativa privada, comprando casas e carros. E, de todos ali, só uma me arrumou entrevista na empresa dela (que eu não consegui, principalmente por dita empresa estar num processo de fusão). Quatro conversam ocasionalmente, e o resto só entra em contato pedindo para que eu faça para eles provas de inglês de processos seletivos ou provas da faculdade (para os que ainda não se formaram).
Eu estou fazendo Contabilidade agora, vendo se consigo recomeçar, mas estou extremamente desiludido. Não sei o meu problema, mas o que eu imaginava quando entrei na faculdade não aconteceu. Eu sou um total fracassado no mercado de trabalho, e dificilmente vou conquistar algo além de pular de trabalho em trabalho de escritório, para tirar 2 salários e soltar rojão de alegria por não estar desempregado. Na verdade, eu já imaginava algo nessa linha desde o último semestre, mas, além da esperança mínima, eu carregava que iria ter uma família. Alguém me aceitava, alguém me amava. Hoje, eu vejo que nem isso. Nesse mês e meio pós-término, eu percebi como meu stock está horrorosamente baixo. Ouvi diretamente de uma estranha (no Tinder, vale dizer) como eu sou "feio, com cabelo estranho e roupas deprimentes". A maior parte dos meus amigos disse que eu vou achar alguém, mas só uma amiga me apresentou para alguém (Spoiler: eu quis levar pra amizade pq esta pessoa demonstrou 0 interesse romântico em mim, mas temos muitas afinidades de gostos. Não quero que alguém legal se perca só por não querer abrir as pernas pra mim em qualquer futuro).
Então, qual a conclusão? Para relacionamentos, eu sou a tempestade perfeita: meus gostos não são nada pop, meu estilo de roupa desagrada geral, minha voz é deprimente, eu sou lerdo, distraído, amo entrar em rants gigantes quando me empolgo (vide este texto) e, mesmo que alguma garota um dia resolva passar por isso tudo, o prêmio dela será ter de viver com sexo oral recheado por 30s de penetração, num dia bom. Nenhuma mulher no mundo quer se relacionar com um homem que precise fazê-la ter um orgasmo com masturbação pq não aguenta chegar a 1min de penetração. Ou seja, eu até posso tropeçar em alguma peguete (sim, essa é a palavra, tropeçar. Um incidente do acaso, como foi com a minha ex), mas nenhuma jamais chegará a ser de longo prazo. Dificilmente eu terei uma família. E, sem uma família, não há nada para contrabalancear o fato de que eu sou um fiasco profissional. O "menino gênio" do colégio, o "cara que vai ganhar 7000 daqui 3 anos" da faculdade nada mais era que uma pessoa com um par de neurônios no meio de um grupo de pessoas com bases educacionais mais fracas que a minha e, principalmente, sem interesse algum em estudar. Numa sala focada, eu teria de me esforçar para estar no meio do pelotão. Eu sou mediano intelectualmente e, profissionalmente, sou um lixo que não conseguiu fazer networking na faculdade e, hoje, irá ter de viver de escritório em escritório, sem nenhum breakthrough.
Minha vida parece estar desenhada para ser a definição de um fiasco, de um total e completo desperdício de oxigênio. Mas eu tenho uma missão: cuidar dos meus pais. Ambos dependem demais de mim psicologicamente, ambos me amam mais do que qualquer outra coisa. Sem a minha presença aqui, a vida dos dois colapsaria. Sinto que eu só vim ao mundo para ser o pilar da vida de ambos. Então, eu tenho que ir empurrando a minha vida enquanto ambos estão vivos, tentando ao máximo não embaraçar eles mais. Decidi que vou viver a vida no limite nesse meio tempo: finalmente comecei a fazer academia (minha postura sempre foi torta e, nos últimos 2 meses, eu ganhei peso. Quero eliminar essa pança antes que ela vire um problema), fui ao Maracanã mês passado ver a ida da Copa do Brasil (sou de MG), devo receber uma indenização boa quando sair daqui e estou planejando um mês de curso de inglês na Europa (meu inglês é bom, mas não é perfeito e isso sempre me incomodou horrores, sem falar que conhecer a Europa é O sonho que eu tenho de vida). Será o meu maior highlight, e a única loucura que eu me permiti fazer. Quando voltar, vou fazer o que gosto e, mais importante, vou cuidar dos meus pais, de tudo que eles precisarem de mim.
Não sei o que o futuro reserva pra mim, mas, pensando com lógica, eu devo chegar nos meus 35/40 anos quando ambos meus pais falecerem. Quando isso acontecer, serei um solteiro entrando na meia idade, possivelmente com pouca experiência sexual que não envolva garotas de programa, num emprego pouco satisfatório e sem nenhum amor que tenha sido recíproco e que não acabe na mulher se cansando de um cara patético e percebendo que praticamente qualquer coisa é melhor que eu. Será covardia, alguns sentirão tristeza, mas será temporário, todos irão superar, e haverá um pouco mais de oxigênio no mundo.
A minha mente ainda tenta, em alguns momentos, achar alguns cenários de ilusão, de que algum milagre irá acontecer, mas não irá. Eu sei que não. Profissionalmente eu fracassei. Academicamente eu fracassei. E, amorosamente, eu também fracassei. Vi que não basta achar alguém que aguente a minha personalidade, ela não irá suportar alguém que trata preliminares como Evento Principal, e eu irei morrer com esta condição.
Por mais paradoxal que seja, pensando assim eu estou aprendendo a abraçar o que eu gosto. Eu gosto de ler. Eu gosto de sair para comer e voltar para casa. Eu gosto de esportes. Eu gosto de escrever. Eu gosto de viajar. Não vou mudar o que eu gosto pelos outros, até porque será inútil, resolver um sintoma não cura a doença, e não há remédios o bastante para curar todos os sintomas dessa doença chamada eu. Fico feliz pelos meus pais existirem, pq, se não fosse por eles, eu teria sido um fiasco absoluto em vida. Fico feliz pelo meu último namoro, pq eu nunca me senti mais feliz do que numa tarde de sábado, quando ela disse "te amo" pouco antes de cochilar no meu peito. Eu fui feliz com o amor, e, por causa dela, eu aprendi que todo relacionamento que eu entrar, obrigatoriamente, terá um fim unilateral. Eu vou ser feliz com meus outros desejos, concluir meus hobbies, fazer o que eu gosto, e cuidar de quem me ama incondicionalmente, até o fim deles. Dali, serei eu que terei meu livramento.
Eu precisava contar isso pra alguém, mas não quero que tratem isso como um pedido de ajuda, pq não é. Meu real objetivo de vida sempre foi ter uma família minha, ter um filho em uma casa estruturada e passar meu conhecimento adiante. Eu já sei que, por questões psicológicas e físicas, isso jamais acontecerá. Quando meus pais se forem, eu literalmente não terei mais o que fazer aqui e, se tudo der certo, eu terei realizado ao menos uma parcela boa dos meus outros sonhos. Eu estou tranquilo quanto a isso. Talvez ainda sinta, de novo, a dor de ver alguém me trocando por outra pessoa melhor, mas agora eu sei que isso acontecerá. Doerá menos, eu espero. E, se nem isso eu conseguir, bem...dois salários por mês dá para pagar por sexo.
De novo, desculpem pelo texto gigante.
tl;dr: Todos confiavam em mim, todos achavam que meu futuro seria brilhante. Meu futuro será medíocre, patético e, ao menos, tem uma data para acabar
submitted by botafora01 to desabafos [link] [comments]


2016.12.15 19:38 lakeyosemit2 Desde 2008, o /r/brasil teve 817.419 comentários feitos por 14.729 usuários únicos. Parabéns à comunidade!

Esses dias fiz um post com os comentários mais votados dentre os últimos 57 mil. Por causa de problemas técnicos, não fi-lo com todos comentários de todos os tempos. Agora, depois de 250 GB de comentários baixados ao longo de uma semana, tenho todos os dados.
O primeiro comentário feito ao /brasil foi no dia 16 de Fevereiro de 2008:
Usuário Comentário
tivolitur Tivoli Lazer, viagens de lazer, pacotes , pousadas,
Nascido do spam, o sub atingiu em 31 de Outubro de 2016 a marca de 817.419 comentários, feitos por 14.729 usuários únicos. Ao todo, os /brasileiros distribuíram um net karma (upvotes - downvotes) de 2.698.865! Por limitações do arquivo de comentários não foi possível incluir comentários mais recentes, e é possível que o sub já tenha atingido seu milionésimo comentário! Os comentários do /brasil filtrados do arquivo de 250 GB com todos comentários do reddit podem ser encontrados aqui (53 MB). O código para obter os dados mencionados nesse tópico pode ser encontrado aqui. Sem mais delongas, aos top 20!
Os 20 usuários com maior karma de comentários acumulado na história do sub:
Usuário Karma
[deleted] 126685
protestor 25890
nmarcolan 25849
babsrosa 24061
I_am_bovo 22381
chokkolate 18863
schmook 18536
SamucaDuca 15628
ROLeite 15203
bycrozz 14859
Donnutz 13062
1984stardust 12970
busdriverbuddha1 12546
kupfernikel 12259
VeteranCommander 12010
waspbr 11755
hoodjiah 11389
Montgomery-Cavendish 11074
Jay_Santos 10682
mmxx_th 10462
Os 20 comentaristas mais odiados do sub (menor karma acumulado):
Usuário Karma
VyMajoris -1073
Eonporter -614
parallel_life -592
Lffaz -381
Helhkr -136
axnine -113
PedroDev -98
EstudantedeHisotria -94
MeesterNoName -91
TheAngelW -86
feb33_1958 -84
Gothnath -82
PalavraDeDeus -73
VarsityPhysicist -64
confirma1X -58
I_HATE_GRINGOS -56
s9ugwSbM -56
PM_ME_WEED_AND_PUSSY -55
The_Force_Within -55
ce_dibb -54
Gostaria de congratular o VyMajoris pelo feito!
Os 20 melhores comentários
Votos Autor Comentário
777 vicedecorativo I'M LAUGHING A LOCHTE
495 adminslikefelching You don't have to apologize for what you haven't done, the actions of a bunch of people don't represent an entire nation.
488 frahm9 Bessias
399 qwerty7190 MEXICANO AQUÍ, NO LES ENTIENDO MUY BIEN PERO TIENEN MI SOPORTE, ADELANTE GUEYES
373 PanchDog CHILE TE APOYA CONCHESUMARE Y QUE ESTOS GRINGOS MARICONES DE REDDIT SE CHUPEN UNA SALCHICHA ALEMANA!!!\n\nBRAZIIIL-ZIL-ZIL-ZIL-ZIL
359 meunovonomedeusuario E DIGO MAIS: SANTOS DUMMONT É O INVENTOR DO AVIÃO
332 srjow Coitada, não sabe manobrar que nem o pai.
325 mmxx_th > que até a OI faria um trabalho melhor\n\nPelo menos não iria mais funcionar celular na prisão.
315 frahm9 Põe tag de spoiler porra, eu tou na parte do Ciro puto ainda.
311 AbortusLuciferum É tanta manobra que já podiam criar Eduardo Cunha Pro Skater 2016\n\n...desculpa
296 Gusteer VAMO CARALHO CHEIRA MEU CÚ GRINGO ARROMBADO\n\nWOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO\nBIRRLLLLLLLLL\n\nEDIT: É GOLD AQUI TBM, VALEU PORRAA
288 Gambrel ACABOU A CRISE CARAI ! VI PEDREIRO ABASTECENDO O MONZA 89 NA PODIUM E DANDO O TROCO PRO FRENTISTA !\n\n\n\nFoi lindo, o carro saiu voando em direção aos céus.
271 Eitjr Se o voto do Não tivesse recebido 367 votos, você sentiria a mesma coisa.\n\nO deputado do dolar na cueca ministrando sobre ética.\n\nDeputado envolvido com mensalão, deputado envolvido com petrolão tudo votando NÃO.\n\nAqui em Goiás tem um comunista do PT - o único que votou não - que é milionário e faz campanha como sendo defensor dos professores, mas é o primeiro comunista e o primeiro professor MILIONÁRIO que eu conheço (detalhe, antes de entrar na política era quebrado como todos os professores que acreditam nele)\n\nTivemos na mesma proporção (tem um outro post com os gráficos) deputados envolvidos em escândalos dos dois lados, muitos ainda não pois possuem foro privilegiado, mas logo logo vão receber a sua punição...\n\nDeputados e PARTIDOS falando sobre a constituição sendo rasgada - MAS QUE VOTOU CONTRA A CONSTITUIÇÃO DE 1988 \n\nDeputados falando que não houve crime, quando há provas cabais que HOUVE crime.\n\nDeputados falando em defesa da democracia, sendo que o impeachment É a solução democrática para impedir que um presidente faça essa bagunça que foi feita no nosso país\n\nO momento alí era para falar SIM ou NÃO, poucos fizeram isso. Você não pode se revoltar que eles não falaram da pedalada ou falaram de família porque ali não era pra falar nada, tiveram a semana toda para falar. Os que falaram, aproveitaram os seus 30 segundos na frente da TV onde milhões estavam assistindo para darem uma satisfação aos seus eleitores ou aparecerem mesmo.\n\nMas deveria ser só SIM ou NÃO.\n\n\nQual a legitimidade de um governo que fica falando que teve 54milhoes de votos e o vice não teve nenhum, mas escolheu justamente o PMDB para ser aliado, porque o PMDB é o partido com mais representações nas prefeituras e nos estados? Quantos MILHÕES só votaram 13 porque são PMDB e apoiam candidatos e políticos do PMDB? E ainda falam que o vice é GOLPISTA? E que ele não teve votos?? Porque não fez uma chapa só PT-PT então?\n\nQual a legitimidade de um Estado, que foi eleito MENTINDO para a população sobre a atual situação econômica do País? No dia SEGUINTE EXATO depois da eleição o governo mudou posições que DOIS DIAS ANTES ela no debate falava que não ia mudar, começou a retirar benefícios do povo que eram a bandeira da eleição, PRONATEC, CIENCIA SEM FRONTEIRAS, DIREITOS DO TRABALHADOR.\n\nNão conseguiu segurar a economia, a inflação, a petrobrás. Tudo que falaram que o outro candidato iria fazer. Qual a credibilidade tem um estado que MENTIU para ir para o poder e fez depois o OPOSTO que falou ao povo que iria fazer?\n\n\n\nQual a legitimidade de um estado que fez a sua campanha FINANCIADO COM CENTENAS DE MILHÕES que foram roubados das empresas estatais? Dinheiro que era para ser investido para melhorar o país foi desviado para bolsos de empresários, políticos e CAMPANHAS ELEITORAIS!! A mentira contada pelo PT, foi paga com corrupção.\n\nE não sou eu que estou falando não, são mais de 50 delatores que confessaram o crime, e vão passar anos na cadeia e tendo que devolver milhões de reais que estão falando.\n\nÉ legítimo isso?\n\n\n---------------------\n\nAlgo precisa ser feito. Não acho que CUNHA ou TEMER são a solução, mas FICAR PARADO VENDO ISSO NÃO SE PODE.\n\n\nE continuo FORA LULA, FORA DILMA, FORA CUNHA, FORA RENAN SIM!\n\nA diferença é que tem gente que quer: 'SÓ FORA CUNHA, SÓ FORA RENAN, SÓ FORA TEMER - mas por favor não meche na dilma, não meche no lula'.\n\nEssa é a diferença e por causa dessa diferença, eu estou sim, CONTENTE.\n\n\nQue o brasil aproveite essa OUTRA chance, pra se arrumar. Ao invés de ficar gritando golpe e tentando tampar os olhos.\n\n\nViva a Lava Jato. Prisão a todos os corruptos. De todos os partidos!\n\n\n-------------\n\nNÃO SOU A FAVOR NEM DA BOSTA, NEM DA MERDA, SOU A FAVOR DA DESCARGA
268 mushenrique Bel Pesce é a sacerdotisa brasileira de uma nova religião contemporânea: O empreendedorismo de Palestra.\n\nEla basicamente só tem negócios que fazem uma coisa: Sua auto promoção. Um organiza as palestras dela, outra os livros dela, outra os cursos dela e por aí vai. Tudo isso começou por causa do mito que ela criou em cima dela mesma com o ebook a menina do vale.\n\nEla acumula no curriculum as figurinhas que as pessoas idolatram: Google, Microsoft, MIT, startup (aconselho a irem ver no que deu a startup dela). Buzzwords como 'inovação', 'disruptiva', 'crowdfunding', tudo isso seduz a geração Y wannabe de Steve Jobs, Zuckberd, Musk e afins. \n\nIsso chega ao absurdo das pessoas DAREM dinheiro pra ela... cara, dar dinheiro pra ela pra que? Não é ela inovadora, disruptiva, criativa destrutiva, fodedora de velhos negócios?\n\nEla é o Edir Macedo desse culto, a propagandeadora dessa bolha que estamos inchando nesse século, dessa punhetação coletiva chamada 'ecossistema de startups' que é um grande cassino de gente rica querendo investir e um show de calouros pra gente que sonha em ganhar investimento dessa gente e 'entrar pro clube'. Alguém já assistiu Black Mirror?\n\nNão caiam nessa.\n\n*EDIT: Acompanhando os comentários da própria campanha. Que vergonha alheia, cara.\n\nEDIT 2: O loco, um GOLD. To melhor que a própria Bel Pesce em mobilizar as pessoas a me darem coisas.\n\nEDIT 3: 01/09/2016 - Quando eu disse pra procurarem a respeito da Startup que ela fundou.... voltei aqui só pra dizer que 'eu avisei', haha.
261 KaXaSA >“No Brasil é assim: quando um pobre rouba ele vai para a cadeia, mas quando um rico rouba ele vira ministro”.\n\n>-Luiz Inácio Lula da Silva\n
244 bschmok1 American here who just got back from Rio (and Recife and Curitiba). \n\nThe Rio Olympics were spectacular! And I'm so disappointed that many of my compatriots apparently decided not to go because they believed the fear-mongering media.\n\nIt was very noticeable that there were far fewer Americans compared to Europeans/Canadians/Australians and listening to the ridiculous, ignorant comments of my friends/family/coworkers regarding Rio/Brasil is getting annoying.\n\nAs someone who has lived and traveled abroad (including in SP and Curitiba), it's easy to forget how sheltered and U.S.-centric most Americans are until they are given the chance to talk about another country...
244 schmook Sujeito nojento. Nojento. O cara glorifica torturador e vocês chamam ele de mito? \n\nUma coisa é ser contra a Dilma, e eu sou. Uma outra coisa é ser pró impeachment, que eu também sou. \n\nMas homenagear o cara que torturou ela? Puta que me pariu. Isso é coisa de gente baixa, nojenta, sem capacidade moral, gente sádica, sem humanidade. Gente espúria. \n\nMinha mãe foi torturada por gente como esse bandido, nojento, sádico. Cuspiria eu mesmo na cara dele com todo prazer.
240 pucci_after BORA COLOCAR O PRIMEIRO POST EM PORTUGUÊS BRASILEIRO NO /all\n\nEDIT: VIGÉSIMO SEGUNDO POST DA FRONTPAGE, RUMO AO TOP 5, GOGOGOGOGOGO
238 meunomeegal Poxa vida!!! Eu nem entro mais em sites de notícias. Quando quero saber algo relevante venho aqui, vejo o que me interessa, leio os comentários, veja a galera debater (quase sempre um debate mais claro, objetivo e menos parcial do que dos sites). É uma pena!!!
237 nerak33 A Mônica e o Cebolinha vivem o bullying como devia ser se o mundo fosse cor de rosa. Eles vivem o sofrimento humano só com as lágrimas, mas sem o rancor e a amargura que as injustiças deixam na gente.\n\nMônica é a dona da rua. Cebolinha se acha mais esperto e quer ser ele o dono da rua - simbolicamente quer roubar o coelho dela, o Sansão. Assim como Dalila precisava tirar o cabelo do herói para tirar sua força, Cebolinha precisa roubar Sansão para tirar o poder simbólico, o cetro de Mônica. Mas seus planos sempre dão errado e ele apanha. Porque bate nos meninos, Mônica é a dona da rua. O ciclo se repete.\n\nQuem começou? Não dá pra saber. Isso distancia a 'violência' entre essas crianças de uma relação de bullying. É uma rivalidade em pé de igualdade.\n\nMônica chora, mas também se defende. Cebolinha apanha, mas não perde o sarcasmo. Eles sofrem, mas não são derrotados.\n\nSão como os clowns. A gente ama tanto a nossa humanidade que há neles, e é por sofrerem que são humanos. Mas eles sofrem sem rasgar e sem perderem a humanidade. São mais humanos, por não serem de carne.\n\nE são crianças. São capazes de serem ao mesmo tempo malvados e doces uns com os outros. Vão nas festas de aniversário uns dos outros e combatem vilões juntos. Ajudam a tirar ciscos do olho e consolam-se quando estão tristes. Acho que no céu é assim: as crianças ainda brigam, mas nunca se machucam e sempre se perdoam.\n\nNão é a toa que a Turma da Mônica funciona, mesmo com o traço simplório, a seqüência de quadros e fundos preguiçosos, etc. São histórias que tratam o leitor infantil com honestidade e também com carinho.
Já a Estatueta Amácio Mazzaropi de Nióbio para os 20 piores comentários da história vai para:
Votos Autor Comentário
-107 rubemll Não sei se isso vai acabar (E acabar com os gameplayers seria uma boa, não passam informação relevante, é um tipo de conteúdo completamente fútil e inútil), mas acho que já está fazendo muita gente rever essa mania maluca de querer alta definição em tudo.\n\nAssistem TV 480i boa parte do tempo, mas na hora de um conteúdo irrelevante como filme e vídeo do YT querem 1080p, vai entender, só consome mais banda a toa.\n\n(Áudio lossless que é bom esse povo não procura, porque nem sabe o que é isso. Se fazer upscale de 720p pra 1080p e postar assim muito noob assiste 1080p felizão e elogia a qualidade, é pura fachada essa necessidade de altas resoluções, tenho sérias dúvidas se 90% dos baixadores de fullHD notariam a diferença de uma exibição 720p pra 1080p)
-92 rubemll Alguns nazistas matavam judeus só por entretenimento.\n\nTem uns playboy retardado que tacam fogo em mendigo só por entretenimento.\n\nSe é só entretenimento então tá liberado.\n\nDesde que os Direitos Universais do Homem estabeleceram que todo mundo tem direito a alimentação, segurança, moradia e etc, a prioridade deveria ser melhorar o mundo até que isso seja alcançado, e jogar joguinho inútil não ajuda em nada pra isso. \n\nDia que o mundo todo tiver equalização de acesso à renda, alimentação e informação, aí tá liberado gastar o tempo extra com futilidades inúteis só pra entreter.\n\nAs coisas precisam ter uma utilidade mais nobre, 'só entreter' é coisa pra neanderthal egoísta que não sabe enxergar o mundo ao redor. Se tem gente que se entretêm pesquisando, publicando e estudando conteúdo pra melhorar o mundo, porque vai defender esses pirralhos egoístas que se entretêm só com o que afeta apenas a própria bunda?
-88 Eonporter Um salto de marcha ré... bem vindo de volta à Roma pagã.\n\nEDIT: Mas pelo menos houve uma votação democrática. O que nos tempos atuais já digno de nota. A Irlanda está se enterrando, mas pelo menos é voluntariamente.
-85 luisfca O pão e circo mostrando toda sua força! Não percam a chance de mostrar isso, pessoal! Vamos bater no peito toda nossa ignorância
-75 CadeOCarimbo 1) Acho que ninguém aqui do sub participou da organização, então é meio vazio dar os parabéns a nós. \n\n2) Melhores olimpíadas da história? Vc tem acompanhado as notícias? Austrália, Argentina e Jamaica reclamando das condições físicas, um fotógrafo europeu teve 40k usd de equipamentos roubados, atletas australianos e espanhóis assaltados..
-74 VictorPictor Vc sabe que o DOPS já existia antes da ditadura e que continua existindo até hoje em vários estados né? Sem pelo menos a data das fotos, a suspeita de que estas crianças tenham sido fichadas, ou mesmo presas, recai sobre qualquer governo entre 1924 até o fim da ditabranda.
-73 Lffaz Lamentável é cooperar com o imperialismo e querer interferir na política interna de um país soberano cujo líder foi eleito legítimo e democraticamente, sendo uma das últimas resistências ao neoliberalismo destrutivo promovido pelos estadunidenses.
-73 RandyLiddell Nojo é essa cambada de 'adultos' sem responsabilidade pelos seus atos, que quer transar sem protecao e depois fazer aborto.\n\n
-70 merdalsd Tem que denunciar. Cadeia nelas.
-67 parallel_life Bem típico dos autoritários cercear manifestações de opiniões diferentes mesmo, nem que seja com tinta. A próxima atitude será pintar os livros de branco?
-66 MeesterNoName Huh. Looks like some Brazilians are happy they beat a third tier German U-23 team in a penalty shoot out.\n\n7-1 boys, 7-1.
-64 Dinosaur_Supervisor Vamos combinar: videogame não é esporte.
-64 Lffaz Mensagem clara do STF: não vai ter golpe.\n\nMoro tem que ser exonerado por colocar em risco a soberania nacional.
-64 SeuGomes Obviamente, tudo que foi dito é 100% sério, ironia não existe mais.
-61 Hambr > A menina obviamente não era santa.\n\nSim. Provavelmente você também não é santo. Isso não significa que podem te estuprar.
-61 PedroDev Tudo que eu preciso é de um VLOGGER com o cabelo mais ridículo da história (edit: só pra explicar, pois o pessoal tá com dificuldade de entender, que a zuada com o cabelo dele é só uma brincadeira... o problema dele tá na parte de dentro da cabeça) pra me dizer oq achar sobre desarmamento
-61 smartassnick Não entendi. Esse aplicativo é pro hype train da nova geração? \n\n\nPokémon é legal e tal mas já passou da hora de parar. Vão só pegar outro par oposto (sombra e luz, mar e céu, fogo e água, daqui a pouco é 0 e 1, esquerda e direita) e fazer uns designs sem noção.
-58 sceptres Eu amei esse filme. Só não fez sucesso prq os neckbeards não gostaram que era um elenco feminino \n\n*ITT: Neckbeards se sentindo atacados
-57 [deleted] [deleted]
-57 Raposo_tavares Se fossem tantos assim, teriam vencido nas urnas. Não vai ter golpe.
Parabéns a todos envolvidos!
submitted by lakeyosemit2 to brasil [link] [comments]


2016.07.06 08:32 dacspike Os "Feminismos"

Olá pessoal, vi alguns tópicos sobre feminismo, e percebo que invariavelmente as discussões esquentam por eu achar que pessoas estão falando de coisas diferentes. Segue meu texto:
A definição do dicionário de Feminismo é
  1. doutrina que preconiza o aprimoramento e a ampliação do papel e dos direitos das mulheres na sociedade.
  2. movimento que milita neste sentido.
  3. teoria que sustenta a igualdade política, social e econômica de ambos os sexos.
Como o dicionário é descritivo e não prescritivo, ele registra como pessoas usam a palavra, e não proíbe que a palavra ganhe novas definições.
O movimento chamado Feminismo pode ser dividido em 3 ondas: A primeira, da virada do século XIX pro XX, das sufragistas, que queriam o direito de voto, propriedade privada e autonomia em contratos. A segunda onda, dos anos 60, foi sobre igualdade no mercado de trabalho, liberdade sexual e reprodutiva. Já a terceira onda, iniciada nos anos 90, é a mais difícil de definir, já que tem várias correntes. Atualmente, uma corrente dominante é a do feminismo interseccional. Volto nele mais tarde.
Outra coisa a qual se dá o nome de Feminismo é a chamada teoria Feminista, de autoras como Simone de Beauvoir, Judith Butler, Andrea Dworkin e Germaine Greer. Envolve conceitos como a Teoria de Gênero, resumida na frase de Beauvoir "Ninguém nasce mulher: torna-se mulher", que diz que homem e mulher são construções sociais e não naturais (contrariando evidência científica 1234); Patriarcado, que diz que a sociedade foi organizada por homens e os beneficia injustamente; Heteronormatividade, que diz que heterossexualidade não é normal e sim imposta pela sociedade; entre outros.
O Feminismo interseccional, melhor exemplificado na frase da feminista Bell Hooks: “Nós temos constantemente que criticar a cultura patriarcal imperialista supremacista branca porque ela é normalizada pela mídia de massa e transformada em não-problemática.” é a corrente dominante atualmente. Essa corrente do Feminismo diz que homens brancos heteros cis dominam a sociedade através do patriarcado, e uma vez que não há diferenças biológicas entre homens e mulheres, qualquer desigualdade ou problema que seja desvantajoso a mulheres é necessariamente preconceito/opressão.
O fato de TUDO ISSO junto poder ser chamado de feminismo é, na minha opinião, o que causa essa desconexão entre feministas e anti-feministas. A maioria das feministas (que são as sabem do feminismo apenas superficialmente) acreditam que feminismo é a luta por igualdade. Elas vêem algo como a diferença de salários entre homens e mulheres (que simplesmente é média simples de todos os salários de todos so homens e mulheres, e discriminação faz um efeito negligível), ou que hajam mais homens no congresso (mesmo com mulheres sendo mais da metade dos eleitores e tendo escolhido colocá-los lá, poucas mulheres se candidatam) ou a quantidade de estupros no Brasil (um dos países mais violentos do mundo) e imediatamente acham que isso é culpa do patriarcado. Qualquer oposição ao feminismo vai parecer como oposição aos direitos das mulheres, como se anti-feministas quisessem tirar os direitos que as 2 primeiras ondas do feminismo conseguiram.
Muitas dessas pessoas nunca leram teoria feminista mesmo. As que leram, que são as que mais tem voz, como Jessica Valenti, Anita Sarkeesian e incontáveis outras nas redes sociais, essas sim são as radicais, já que teoria feminista contém pérolas como a frase de Sally Miller Gearhart: “A proporção de homens deve ser reduzida e mantida a aproximadamente 10% da humanidade.”, de Andrea Dworkin: "Relação sexual é a expressão formal, pura e estéril do desprezo dos homens pelas mulheres." e de Beauvoir: "Enquanto a família e o mito da família e o mito da maternidade e do instinto materno não forem destruídos, as mulheres ainda serão oprimidas.". Embora sejam minoria (creio) são as que tem as maiores plataformas e vozes e são as líderes do movimento de fato. São estas que se preocupam em exigir que mulheres recebam mais que homens, mandar prender quem discorda delas, falar que Aquecimento Global é machista, renomear furacões, censurar palavras, livros, penteados, cartazes, revistas em quadrinhos, camisas, pornografia, video games, formas de sentar, pôsteres de filme e palestras de feministas consideradas hereges. Quando as feministas moderadas se deparam com estes absurdos, elas têm 2 opções: Dizer que nem todas feministas são assim, ou dizer que essas não são feministas de verdade.
Enquanto isso, os anti-feministas só vêem esses abusos mencionados, percebem que existem diversas situações em que mulheres são beneficiadas (homens são 91,4% das vítimas de homicídio, mais de 80% dos sem-teto, penas de prisão 63% maiores que de mulheres pelos mesmos crimes, 5 anos a mais de trabalho, 8 anos a menos de vida, o câncer de próstata atinge metade dos homens e o de mama só 12% das mulheres, mas o câncer de mama recebe 4 vezes a verba, quase o dobro de homens se suicida com relação a mulheres, têm chance maior de abandonar a escola mais cedo, são 96% das mortes de acidentes de trabalho, têm tendência maior a serem diagnosticados com TDAH, primariamente por causa do sistema de ensino voltado exclusivamente para meninas, homens não têm delegacia própria, proteção legal contra violência doméstica mesmo quando são a maioria das mortes fatais e mulheres iniciam 70% dos casos de violência doméstica, homens são acusados de serem estupradores em potencial, são ensinados que masculinidade é tóxica, etc.). Eles vêem feminismo como sendo um movimento anti-homem.
Eu acho que seria mais vantajoso as mulheres feministas não radicais abandonarem o termo feminismo em troca do igualitarismo, como sugere a feminista Christina Hoff Sommers (playlist recomendadíssima). Desta forma, continuam a luta contra desigualdades mas se distanciariam da loucura e não ficariam brigando à toa defendendo uma coisa enquanto seus opositores atacam outra.
EDIT: Estou disposto a mudar de opinião, se discordarem de algum ponto ou acharem que falei algo incorreto, fiquem a vontade para refutar. Gosto de ouvir todos os lados.
submitted by dacspike to brasil [link] [comments]


Desafio da piscina ( feat : duda) - YouTube A gravidez por dentro - menino ou menina - BabyCenter ... YouTube YouTube Sintomas de gravidez: Diferenças entre menino e menina ... AS MENINAS DO FUNK 2012 ( GRAVAÇÃO ALTA DEFINIÇÃO ) DESAFIO na piscina - YouTube

menina Definição ou significado de menina no Dicionário ...

  1. Desafio da piscina ( feat : duda) - YouTube
  2. A gravidez por dentro - menino ou menina - BabyCenter ...
  3. YouTube
  4. YouTube
  5. Sintomas de gravidez: Diferenças entre menino e menina ...
  6. AS MENINAS DO FUNK 2012 ( GRAVAÇÃO ALTA DEFINIÇÃO )
  7. DESAFIO na piscina - YouTube
  8. Pedro Barroso - 'Menina dos olhos d´água' - YouTube
  9. Desafio da piscina - YouTube

Pedro Barroso ao vivo em Torres Novas, Câmaras: Daniel Campos, João André, Tiago José, Produção Vídeo: Manuela Madeira, Realização: Rijo Madeira. Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Será que os sintomas de gravidez são mesmos diferentes entre meninos e meninas? Descubra o que é mito e o que é verdade sobre gravidez de menino e menina. In... Espero que vocês adorem !!! Um bjo Canal Leee tube Pág Canal Isabella Fonseca Bella Fonseca Descubra através de uma animação em 3D do BabyCenter a diferenciação do sexo do bebê: como meninas viram meninas e meninos viram meninos dentro da barriga da... Desfrute dos vídeos e da música que adora, carregue conteúdo original e partilhe-o com amigos, familiares e o mundo no YouTube. 50+ videos Play all Mix - AS MENINAS DO FUNK 2012 ( GRAVAÇÃO ALTA DEFINIÇÃO ) YouTube Roda de Funk - Rocinha - Brunyn e As Meninas do Funk l SHOW COMPLETO - Duration: 14:08. Papo Reto Com ...